Tamanho de fonte

TV Digital não é sinônimo de alta definição

TV Digital e alta definição são coisas diferentes. A digitalização tem a ver com o tipo de sinal emitido pelas emissoras, com zero ruído e possível de ser sintonizado em celulares, televisões portáteis, e no computador.

Já alta definição é o número de linhas que a imagem apresenta. Atualmente, diversas emissoras, como a Bandeirantes, transmitem sua programação em formato digital, mas nem todos os programas são exibidos em alta definição.

Por conta disso, nos televisores de plasma, LCD, LED e OLED, cuja proporção entre largura e altura da tela é 16:9 (widescreen), a programação que não está em Full HD fica com barras negras nas laterais. Isso pode ser ajustado dependendo do aparelho, mas implica em uma leve distorção da imagem.

As TVs de tubo, que tem proporção entre largura e altura da tela de 4:3 não ficam com as barras ao sintonizar um programa digital, em formato normal (Standard Definition). Por outro lado, quando a imagem estiver em alta definição, os espaços negros aparecerão no topo e na base do display.

Para aproveitar ao máximo a qualidade da imagem em alta definição é necessário possuir um televisor com capacidade para exibir Full HD.

Redator: Roberto Saraiva