Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 11 de março de 2009 - 15h07

Silvia Poppovic volta à Band no dia 23 com jornal de debates na hora do almoço

 / Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Dizer que Silvia Poppovic retorna a sua casa está longe de ser um clichê. Afinal, foi na Band que a jornalista viveu os momentos marcantes de sua carreira. Primeiro no comando do Canal Livre, de 86 a 89, depois apresentando o programa Silvia Poppovic, de 92 a 2001. À frente das duas atrações de sucesso, Silvia tornou-se especialista em conduzir debates e fez história na televisão. Agora, depois de uma parada planejada para dedicar-se à família, ela comemora sua volta à TV para apresentar na Band um jornal de debates na hora do almoço (13h10 às 14h10). "Eu pude ser mãe e esposa integralmente e isso foi muito bom. Tive a Ana com 44 anos, fui mãe tardia, não faria sentido não viver isso integralmente, então mergulhei de cabeça. Agora a Ana está com oito anos, tem a vidinha dela e eu estou morrendo de vontade de voltar a trabalhar", revela. Silvia conta que quando recebeu o convite da emissora, não teve dúvida: "Os convites que eu recebia não tinham a minha cara. Ao mesmo tempo eu sou uma profissional e queria trabalhar, então ficava muito dividida. Mas eu achava que a Band, no fundo, era o lugar que tinha a ver comigo porque eu fui muito feliz na emissora, demos muito certo. Os quase 14 anos que eu trabalhei na Band com programas de comportamento foram enriquecedores", diz. Notícia e opinião na hora do almoço O jornal de debates que Silvia Poppovic comanda entra no ar livre da rigidez dos noticiários tradicionais: Silvia se movimenta pelo cenário, conversa com os convidados, compara opiniões, aciona os repórteres e destaca os principais fatos do dia; tudo num ritmo muito dinânimo, que privilegia a espontaneidade da apresentadora. "Quero fazer um programa bom de ver", diz. A missão dos especialistas de diversas áreas que Silvia receberá todos os dias é ajudar o telespectador a entender melhor os fatos que interferem no cotidiano dos cidadãos. "Eu terei a responsabilidade de informar e debater as notícias do dia. Acho que a troca de idéias, o entendimento e até a indignação cabem sempre. É bom estimular a capacidade reflexiva das pessoas na busca de alternativas, isso faz diferença", conclui.Silvia Poppovic admite que encarar o jornalismo diário não será tarefa simples e, por conta da nova etapa, mudou completamente sua rotina."Passei a acordar às 6h30 para ler os jornais. O ofício exige disposição física e emocional; o lado bom é que eu gosto do que faço e adoro um desafio", completa.
Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros
REDES SOCIAIS Instagram Facebook