Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 12 de março de 2008 - 17h57

Custe o Que Custar estréia dia 17, na Band. Não perca!

 /
"Custe o que custar" estréia no dia 17 de março, às 22h15. Programa de humor com Marcelo Tas no elenco será exibido nas noites de segunda-feira na tela da Band. Vai ser fácil reconhecer a trupe do CQC. Afinal de contas, são sete homens vestidos de terno preto, usando inseparáveis óculos escuros. Mas a principal marca do time "Custe o Que Custar" é a irreverência. Com humor inteligente, audacioso e muitas vezes ácido, o programa faz um resumo semanal das notícias, e nessa varredura dos fatos importantes, sob o olhar atento do CQC, ninguém escapa. No estúdio, quartel-general do CQC, Marcelo Tas, Rafinha Bastos e Marco Luque assumem a bancada, e além de conduzir o programa ao vivo terão a missão de comentar livremente os principais assuntos da semana. Já Rafael Cortez, Danilo Gentili, Felipe Andreoli e Oscar Filho - além do próprio Rafinha Bastos - cuidam das reportagens. De microfone em punho e munidos de uma cara de pau acima da média os cinco têm uma prioridade: perguntar o que ninguém teve coragem. "Essa foi uma das escalações mais difíceis que fizemos, porque esse elenco precisava ter vários atributos específicos. Era fundamental ter ótimo conhecimento geral e humor na veia, além de muita coragem e improviso para enfrentar as situações. Duas outras preocupações foram não escolher pessoas com o mesmo tipo de humor e buscar profissionais sem vícios, que não fossem conhecidos na TV, apesar de experientes. Alguns deles, inclusive, são destaque da comédia stand up no Brasil", afirma Elisabetta Zenatti, diretora de programação e artístico da Band. Marcelo Tas, um dos nomes fortes do time, explica o que o empolgou no projeto: "Sou fã do CQC há mais de 10 anos, quando cruzei com os caras em Buenos Aires. Tivemos uma identificação imediata por conta do Ernesto Varela, que um deles já conhecia. Topei o convite da Band porque acredito que o nível de exigência editorial e qualidade técnica do CQC é uma forma de aperfeiçoar o trabalho que faço na TV desde sempre. E também porque acredito que o telespectador brasileiro esteja aberto e com vontade de mais irreverência e humor para ajudar a digerir as notícias absurdas dos nossos dias", afirma. Política, economia, cultura, esporte ou celebridades. Não importa, onde houver notícia ou fato relevante, o "Custe o Que Custar" também estará. A mosca do CQC, símbolo mundial do programa, já incomodou muita gente importante. Presidentes, jogadores de futebol, autoridades religiosas, políticos, cineastas e artistas em geral estão entre as "vitimas" preferidas. O formato importado pela Band da Eyeworks-Cuatro Cabezas e co-produzido no Brasil pelas duas empresas faz sucesso há mais de dez anos, recebeu 7 indicações ao International Emmy Awards e tem versões no Chile, Argentina, Espanha e Itália. "O CQC mantém semelhanças com o humor engenhoso do Daily Show e a acidez de Michael Moore. No entanto, a produção cem por cento nacional garante a identificação com o público daqui. Ou seja, é um formato importado, mas totalmente adaptado ao perfil do brasileiro", diz Elisabetta. ELENCO CQC
  • Marcelo Tas - apresentador Nascido em 1959, é um dos profissionais mais polivalentes da mídia brasileira: jornalista, ator, apresentador, roteirista e diretor de diversos programas de televisão e rádio. Ficou nacionalmente conhecido pelo seu personagem humorístico Ernesto Varela, repórter fictício que ironizava personalidades com perguntas desconcertantes durante a abertura política. Também foram marcantes suas participações nos programas Vídeo Show (Rede Globo) e Vitrine (TV Cultura), bem como sua atuação como ator, diretor e roteirista de programas premiados internacionalmente, como as séries Rá-Tim-Bum (onde interpretava o Professor Tibúrcio) e o Castelo Rá-Tim-Bum (Porque Sim Não É Resposta). Ao lado de Lobão e Mariana Weickert, apresentou o talkshow Saca-Rolha (Play TV). Na mídia impressa, Tas já escreveu para os jornais Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo; e foi colunista das revistas Trip e Isto É. Na área educativa, Marcelo criou o game "Beco das Palavras" para o Museu da Lingua Portuguesa; e foi o Coordenador de Criação do Telecurso da Fundação Roberto Marinho. Atualmente, Marcelo é autor e apresentador do Blog do Tas no portal de internet UOL.
  • Rafinha Bastos - apresentador/repórter O ator e jornalista Rafinha Bastos nasceu em 1976, em Porto Alegre. Apaixonado por televisão teve suas primeiras experiências com produção de vídeo aos 7 anos de idade. Sua diversão: sonorizar "Tom e Jerry" com os LPs cubanos de seu pai. Após a conclusão do curso de jornalismo, viajou para os Estados Unidos com planos de investir em uma outra carreira: jogador de basquete. Hoje, se afirma com ator polivalente, com shows no melhor estilo Stand-up Comedy americano, além de atuar em diversas campanhas publicitárias.
  • Marco Luque - apresentador Jovem ator dotado de versatilidade para interpretação e com extraordinário talento cômico, atualmente faz parte do elenco fixo do Grupo Terça Insana, onde ele apresenta alguns de seus personagens. Luque já atuou no show Comédia ao Cubo, do Astros Bar e no grupo Companhia dos Ícones e em peças como "Quando as Máquinas Param", de Plínio Marcos. Atualmente divide seu tempo com os shows do Terça Insana, Locutor, Mestre de Cerimônia, comerciais e também como artista plástico preparando sua próxima exposição.
  • Danilo Gentili - repórter Um dos principais destaques da nova geração de humoristas da Grande São Paulo, Danilo Gentili nasceu em 1979 na cidade de Santo André. Publicitário, humorista, escritor e cartunista, subiu oficialmente no palco pela primeira vez em 2005. Fundador da Comédia ao Vivo, show de humor em plena ascensão na noite paulistana, integra também o Clube da Comédia Stand-up, principal grupo do gênero no país. Transita por outros festivais e shows como o Comédia Em Pé, no Rio de Janeiro, e o Risorama, mostra oficial de humor do Festival de Teatro de Curitiba. Danilo tem compromisso com a originalidade e a renovação do material humorístico, encara o público de cara limpa e jamais deixa seus shows caírem em anedotas populares, piadas prontas ou textos que não sejam de sua própria autoria. Com uma forma bastante particular de enxergar o mundo, Danilo é um dos principais divulgadores da Comédia Stand-Up no Brasil.
  • Rafael Cortez - repórter Ator, músico e jornalista, Rafael Cortez integrou a Cia 4 na Trilha, viajando por todo país. Apresentou o espetáculo Os Saltimbancos, junto com a orquestra do Projeto Guri, na Sala São Paulo, e no Festival de Inverno de Campos do Jordão. Atuou também em diversas campanhas publicitárias e fonográficas.
  • Oscar Filho - repórter Oscar Filho é ator e humorista. Formado pelo INDAC em 2003, esteve em montagens como As Bruxas de Salém de Arthur Miller e A Serpente de Nelson Rodrigues. Foi indicado como Melhor Ator no prêmio Coca-Cola Femsa de Teatro 2004 com o espetáculo A Matéria dos Sonhos. Está há 3 anos em cartaz com o Clube da Comédia Stand-up em São Paulo e Campinas.
  • Felipe Andreoli - repórter Felipe Andreoli começou na TV Record aos 19 anos, atuando como produtor. Em seguida, fez sua efetiva estréia no vídeo como repórter em TV por assinatura. Em 2001 ingressou na TV Cultura onde atuou como repórter, videorrepórter e, em 2006 chegou a apresentador do Jornal Cultura Meio-Dia. Em janeiro de 2007, transferiu-se para a Band, onde atuou como repórter esportivo. Ministra cursos pelo Comunique-se desde 2004.
  • Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
    Aceito receber e-mails da Band e parceiros
    REDES SOCIAIS Facebook