Ronaldo Giovanelli

Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 25 de outubro de 2017 - 16h01

Ronaldo Giovanelli

“Defendeeeeu Ronaldo!”
Eterno ídolo corinthiano / Eterno ídolo corinthiano

 

 

Ronaldo nasceu em 20 de novembro de 1967 em São Paulo e sempre teve sua vida ligada ao futebol. Começou a carreira no Corinthians quando aos 12 anos passou na peneira do timão.

 

No profissional, teve sua primeira chance atuando num amistoso contra o São José em 1988. Terceiro goleiro na época, contou com a convocação de Carlos a seleção brasileira e a dispensa de Valdir Peres para ser titular com apenas 20 anos.

 

Ele agarrou a chance e virou ídolo do Corinthians. Identificado com o clube, Ronaldo foi um exímio pegador de pênaltis. Em 10 anos de timão, conquistou três Campeonatos Paulistas, um Brasileiro em 1990 e a Copa do Brasil de 1995. Para completar sua riquíssima história no Alvinegro, o eterno camisa 1 é o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Corinthians, 602 vezes.

 

Mesmo sendo um dos principais goleiros da época, Giovanelli não conseguiu uma sequência na seleção. Seu temperamento polêmico e irreverente fez com que ele não fosse convocado para nenhuma Copa do Mundo, seu maior lamento na carreira.

 

Quem viu Ronaldo como jogador, não consegue se esquecer dos seus vastos cabelos. Porém, vítima de alopécia areata, o comentarista ficou careca em 15 dias. Sempre para cima, o comentarista tratou com bom humor e hoje é inspiração para todos que tem o mesmo problema. 

 

Algo incomum no mundo do futebol, Ronaldo também têm outros dons, como na música. O ex-goleiro possui uma banda: Ronaldo e os Impedidos”, que até tem seus fãs.

 

Desde sua época de jogador, Ronaldo foi uma pessoa que não tinha meias palavras. Seguro da sua personalidade e muito bom em articular seus pensamentos, era questão de tempo até que o goleiro trocasse o campo pelo estúdio. Depois que saiu do Corinthians, chegou a atuar em diversos clubes até se aposentar e assumir sua nova função: comentarista.

 

Sua trajetória na telinha começou na RedeTV. De lá foi contratado pela Band onde se encontrou. O comentarista é peça-chave no nacional “Jogo Aberto” e no programa regional “Os Donos da Bola”. E ele atua também na  Rádio Transamérica.

 

Alternando temperamentos, hora brincalhão, hora sério, Ronaldo é um dos profissionais mais respeitados na tv.

 

 

Compartilhe no Facebook

Siga no Twitter

Curta no Instagram

 

12


REDES SOCIAIS Instagram Facebook