Homenagem ao “Rei Leão”? Saiba qual nome Iza escolheu para a primeira filha

A cantora homenageou a personagem após dublá-la no live-action da Disney

Da Redação

Iza e Yuri Lima anunciaram que serão pais de uma menina. Nas redes sociais, a famosa revelou que a criança se chamará Nala. Iza anunciou a gravidez no início de abril. Desde então, a artista vem compartilhando com os internautas as etapas da gestação, sintomas e alegrias da maternidade.

Mas afinal, qual o significado do nome Nala?

O nome Nala tem raízes profundas e significativas na África. Originário das línguas faladas na região dos Grandes Lagos, como o suahili e o suaíli, Nala significa "presente" ou "dádiva". Além de sua origem africana, Nala também é um nome de origem indiana, derivado do sânscrito, onde significa "amorosa" ou "a que ama".

Ao longo dos séculos, Nala tem sido um nome popular especialmente nos países da África Oriental, onde o suahili é amplamente falado. Nessas regiões, o nome é utilizado para homenagear suas raízes culturais e seu significado especial.

Recentemente, Nala tem ganhado popularidade mundial, em grande parte, graças à personagem do filme "O Rei Leão" da Disney, lançado em 1994. No filme, Nala é uma leoa corajosa e determinada, amiga do protagonista Simba, o que fez com que o nome se tornasse mais conhecido e apreciado internacionalmente.

O que Nala significa para Iza?

Contudo, para Iza, a escolha pode ter ido além do significado em si do nome. Isso porque, em 2019, a cantora foi escolhida para dublar a própria personagem Nala na versão live-action da história. 

"O Rei Leão foi o primeiro filme que vi no cinema, primeira vez que eu estava ali com um telão, tudo escuro. É muito emocionante, até chegar com o Timão e Pumba, nossa, foi muito sofrível", contou a cantora ao UOL na época.

Depois, eu assisti de novo e, conforme o tempo ia passando, a cena do Mufasa foi me afetando de forma diferente. É como se eu fosse evoluindo com o Rei Leão. E eu sou muito fã da Disney, estou feliz demais por fazer parte do filme. Estou achando surreal”, complementou na época. 

Tópicos relacionados