Band Multi

Após pagar fiança de R$6 mil, ex-chefe da Fórmula 1 viaja para Suíça

Bernie Ecclestone, ex-chefe da Fórmula 1, foi preso por porte ilegal de armas no Aeroporto Aeroporto

*Rafaela Oliveira 26/05/2022 • 14:46
A arma, calibre 32, foi encontrada pela Polícia Federal na bagagem do empresário
A arma, calibre 32, foi encontrada pela Polícia Federal na bagagem do empresário
Reprodução/Redes Sociais

O ex-chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, foi preso por porte ilegal de arma no Aeroporto Internacional de Aeroporto, em Campinas, na noite desta quarta-feira (26). Após pagar fiança de R$ 6 mil, foi liberado e viajou para Suíça, em voo privado, no mesmo dia. 

A arma, calibre 32, foi encontrada pela Polícia Federal na bagagem do empresário no momento em que passava pelo detector de metais por volta das 21h. Bernie Ecclestone alegou aos policiais que a arma era dele, mas que não sabia que estava na mala. Então, foi encaminhado para a delegacia do turista do aeroporto, onde repetiu a mesma versão. 

O delegado prendeu Bernie Ecclestone, em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e instituiu uma fiança no valor de R$ 6 mil. Bernie Ecclestone pagou a fiança e seguiu pra Suíça, em voo privado, no mesmo dia. 

*Sob supervisão de Rose Guglielminetti.