Band Multi

Hotel abandonado era usado como ponto de tráfico de drogas em Limeira

A "gerente" do local foi presa e a GCM apreendeu apreendeu 106 pedras de crack no local

*Rafaela Olivera 26/05/2022 • 17:17
As pessoas viviam em situação precária no hotel e pagavam R$ 40,00 por mês à gerente
As pessoas viviam em situação precária no hotel e pagavam R$ 40,00 por mês à gerente
Divulgação

Um hotel desativado no centro de Limeira era usado como abrigo para dependentes químicos e pessoas em situação de rua. O local foi encontrado nesta quinta-feira (26) pela Guarda Civil Municipal, que prendeu a “gerente” do local e também apreendeu 106 pedras de crack. 

Segundo a GCM, as pessoas viviam em situação precária e pagavam R$ 40,00 por mês para uma mulher, de 28 anos, que se identificava como gerente do hotel. Pelo menos oito pessoas viviam em condições insalubres – algumas delas aceitaram ser encaminhadas ao Centro de Acolhida. Um homem foi encaminhado a um hospital por possível desnutrição. 

O hotel foi vistoriado pela Defesa Civil, que interditou o imóvel. A mulher, que se disse responsável pelo local, foi detida e encaminhada à Delegacia de Investigações Gerais (DIG). 

A operação foi uma ação conjunta da Defesa Civil, Ceprosom, Vigilância Sanitária e Secretaria de Obras e Serviços Públicos. Durante a ação, a cadela Safira, do Canil da GCM, localizou 106 pedras de crack. 

*Sob supervisão de Rose Guglielminetti.