Band Multi - Campinas e Região

Prisão de suspeito de matar Aline Queiroga é mantida pela Justiça

Ele foi preso na sexta-feira (21) em uma ação conjunta das polícias Civil e Militar

Cida Haddad

Prisão de suspeito de matar Aline Queiroga é mantida pela Justiça
Arquivo pessoal

A prisão de Paulo Rodrigo Juvêncio, de 43 anos, suspeito de matar a tiros a ex-namorada Aline Aparecida de Moura Queiroga, de 34 anos, no dia 11 de junho, em Sorocaba (SP) foi mantida pela Justiça, segundo o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP). Ele passou por audiência de custódia na manhã deste sábado (22/06). 

Ele foi preso na sexta-feira (21/06) em São Paulo. Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública, as investigações do Setor de Inteligência da Polícia Civil de Sorocaba indicaram que o autor do crime tentaria fugir. Os policiais obtiveram a informação de que ele estava em um terminal rodoviário na zona oeste da capital paulista. A Polícia Militar foi acionada e uma equipe do Comandos e Operações Especiais (COE) se deslocou ao endereço para localizar o fugitivo. 

De acordo com o delegado Wilson Negrão, diretor do Deinter 7 - Sorocaba, o trabalho investigativo da polícia foi essencial para obter as informações e “chegar ao paradeiro do criminoso antes que ele conseguisse fugir”.

O homem foi detido, segundo informações da Polícia Militar, enquanto aguardava outra pessoa com o dinheiro para comprar uma passagem de ônibus. O criminoso estava com o rosto encoberto para tentar enganar os policiais.

Não há informações sobre a unidade prisional para a qual Paulo foi levado. 

Tópicos relacionados