Band Multi

Araçatuba: HM será reprogramado e serviços vão para UBSs

O contrato temporário termino em 30 de junho

Hiltonei Fernando 22/06/2022 • 17:49
O contrato temporário termino em 30 de junho
O contrato temporário termino em 30 de junho
foto: divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde de Araçatuba-SP informou, nesta quarta-feira (22), que o Hospital Municipal (HM) seguirá atendendo com coleta para exames de Covid e Dengue, após o fim do contrato temporário com a Associação Mahatma Gandhi, em 30 de junho.

Segundo Carmem Guariente, secretária de Saúde de Araçatuba, a partir de 1º de julho, os outros serviços realizados até então no HM serão absorvidos naturalmente pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS), do município. Haverá contratação de mais um médico com demanda livre no período noturno, e com apoio administrativo e de enfermagem, para as unidades com horário estendido, como são as UBS do Pedro Perri, Planalto e Umuarama 1. 

A secretária descreve o HM como uma carta-coringa para a saúde municipal, como vem sendo desde o início da pandemia. 

Como vai ficar?

O contrato atual é temporário, contrato Covid, com a OSS Mahatma Ghandhi, um termo aditivo específico a terminar em 30 de junho. O contrato prevê locação de carro, funcionamento do hospital, todos os dias até às 23h e até às 19h, aos sábados, domingos e feriados. Após o término, serão disponibilizadas no local coletas para exames de Covid e de Dengue.

A secretária de Saúde esclarece que a contratação temporária de pessoal, para o trabalho na unidade, cabe à OSS Mahatma Ghandi, conforme o plano de trabalho.

Carmem Guariente esclareceu que os custeios para as adaptações nas UBSs serão feitos com recurso Covid de R$ 500 mil, com os quais serão contratadas equipes, até dezembro, para as unidades Básicas de Saúde, a atender os serviços agora descentralizados. Serão equipes de enfermagem, administrativas e médicos, reforçando os atendimentos noturnos com um segundo médico.