Band Multi

Começou a demolição dos barracos na Favela Marte

A obra deve terminar no fim de 2023

Hiltonei Fernando 01/07/2022 • 09:34
A obra deve terminar no fim de 2023
A obra deve terminar no fim de 2023
foto: divulgação

A demolição do primeiro barraco da Favela Marte aconteceu na tarde de quinta-feira (30) e segue pelos próximos dias. As crianças fizeram contagem regressiva para a derrubada do barraco e a máquina demolidora foi operada pelo governador Rodrigo Garcia que esteve no local. 

Além dos moradores da favela, também acompanharam a demolição do primeiro, dos 240 barracos instalados na Vila Itália, o diretor ONG Gerando Falcões, Edu Lyra, e o coordenador da Favela Marte, Benvindo Nery Pereira. 

As famílias que moram atualmente na favela estão sendo transferidas para outras casas e apartamentos provisórios;  a instituição Gerando Falcões, com a ajuda da iniciativa privada, está garantindo o pagamento de aluguel social para os moradores que permanecerão morando nesses locais provisórios até o final do processo de urbanização da área. 

De acordo com o presidente da CDHU, Silvio Vasconcelos, a demolição dos barracos e também a construção das casas serão executadas pela CDHU. A infraestrutura, como asfalto, iluminação e esgoto, ficará a cargo da prefeitura. O trabalho tem prazo previsto de 18 meses para finalização.

O prefeito Edinho disse que foi um marco importante e um grande passo para a concretização desse projeto-modelo que reúne o poder público, a sociedade civil e a iniciativa privada. As novas moradias serão entregues com interfone, geladeira, fogão, micro-ondas e chuveiro elétrico, segundo o governo do Estado. A entrega da obra está prevista para o fim de 2023.