Band Multi

Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra a poliomielite

Desde de o início da campanha, apenas 34% do público-alvo foi vacinado em todo Brasil. Em São José do Rio Preto (SP), este número chegou a 38% até agora, bem abaixo do esperado

Por Mariana Perussi

Vacina contra a poliomielite
Vacina contra a poliomielite
Agência Brasil
Topo

Em mais uma tentativa de incentivar a imunização de crianças e adolescentes, o Ministério da Saúde prorrogou a campanha de vacinação contra a poliomielite e multivacinação, que começou no início de agosto e iria até o dia 09 deste mês. Agora, a campanha segue até o dia 30 de setembro. 

Segundo dados do Ministério da Saúde, desde o início da campanha de vacinação contra a poliomielite, apenas 34% do público alvo, de 1 a 4 anos de idade, tomou a vacina que previne contra a paralisia infantil, uma baixa adesão que preocupa especialistas, já que apesar de o Brasil ser considerado um país livre da doença desde 1994, médicos alertam para os riscos da volta da poliomielite, especialmente após os registros de novos casos no exterior. 

Em são José do Rio Preto (SP), apenas 38% das crianças foram vacinadas até agora contra a poliomielite; em Araçatuba (SP), 33%, e em Presidente Prudente, que ficam no oeste do estado de São Paulo, 37% do público-alvo recebeu o imunizante desde o início da campanha. A cidade de Bauru (SP) foi a que, até agora, teve o melhor desempenho na região centro-oeste do estado, com 78% de imunização. 

Além da poliomielite, também está sendo realizada a campanha de multivacinação, com 18 imunizantes que fazem parte do calendário de crianças e adolescentes. As vacinas da campanha são disponibilizadas gratuitamente, basta que os pais levem um documento de identificação e a carteirinha de vacinação dos filhos até uma unidade básica de saúde.

Tópicos relacionados