Band Multi

Aeroporto Internacional deve ser construído em Olímpia até 2026

A obra será realizada pela Infraero

Por Hiltonei Fernando

A obra será realizada pela Infraero
A obra será realizada pela Infraero
foto: cedida
Topo

Considerada a maior obra do governo Federal no interior do Estado de São Paulo, dentro dos próximos dois anos, o Aeroporto Internacional do Norte Paulista, que será construído na Estância Turística de Olímpia-SP, acaba de ganhar mais um avanço nas tratativas entre governo e município para o início das obras. 

Cumprindo agenda em Brasília-DF, o prefeito da cidade, Fernando Cunha, esteve no Palácio do Planalto, reunido com o Ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e com o Ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, para alinhamento do convênio que será assinado entre governo e município, até o início de março, para a construção do maior empreendimento da região. 

Para a visita, um ato oficial será marcado na área onde o aeroporto será instalado para recepcionar a comitiva do governo Federal que virá a Olímpia-SP para assinatura do convênio. O Aeroporto Internacional será situado a 20 quilômetros da cidade, na estrada municipal Diógenes Breda Filho, próximo à Rodovia Assis Chateaubriand e da vicinal Natal Breda, facilitando o acesso por diferentes rotas rodoviárias. 

Em pauta nas reuniões, o prefeito ainda esteve com diretores da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que ficará com o aporte de R$ 104 milhões destinados à implantação do empreendimento, garantindo a permanência dos recursos junto ao governo para o avanço do projeto, que marca o maior salto do desenvolvimento da região Norte Paulista, sem a necessidade de investimento municipal. 

A expectativa é que o aeroporto, que contará com uma pista de 2.100 metros de extensão por 45 metros de largura, podendo no futuro se expandir para 2.500 metros e receber grandes aeronaves de carga, seja inaugurado até o primeiro semestre de 2026, com um pátio de aeronaves de 200 metros para taxiar, simultaneamente, até 6 aeronaves tipo boeing ou airbus, além de salas administrativas, operacionais, área de abastecimento, central do Corpo de Bombeiros e espaços receptivos que atendam e fomentem os atrativos turísticos de Olímpia, alavancando cada vez mais o destino por todo Brasil e América Latina.

Para o prefeito, não é só um marco do Governo Federal no interior de São Paulo, como uma transformação para toda região norte paulista na logística do transporte de passageiros e de cargas. “O projeto solidifica o compromisso com o avanço e a infraestrutura regional, prometendo transformar Olímpia e seu entorno em importantes polos de atração turística e econômica.”, ressaltou o chefe do Executivo. 

O Aeroporto Internacional do Norte Paulista terá capacidade para atender 1 milhão de passageiros por ano, volume significativamente maior do que o inicialmente planejado de 250 mil/ano, com sistema avançado de controle de instrumentos de solo para favorecer pousos e decolagens em qualquer condição climática. As obras serão licitadas pelo governo Federal, após assinatura do convênio, para que até agosto sejam iniciadas. 

Informação: Secom Olímpia