Band Multi

Vídeo: ações no HCM garantem leveza e esperança para crianças com câncer

Pacientes ganham presente surpresa

Por Hiltonei Fernando

As ações humanizadas são realizadas por instituições parceiras do complexo Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme), por meio do departamento Alianças Estratégicas. Nesta semana, duas grandes festas foram realizadas, levando alegria e esperança para quem está em tratamento médico: Páscoa Solidária 2024, organizada pelo Instituto Recomeçar em Amor, na quinta-feira (11), e Visita de Personagens para entrega de perucas e gorros, organizada pela Missão Atamor, nesta sexta-feira (12). 

Desde que nasceu, Kauã Felipe Santana Torres, de 11 anos, faz tratamento médico no Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto-SP. O Exame do Pezinho foi fundamental para diagnosticar anemia falciforme, doença em que os glóbulos vermelhos assumem o formato de foice e as células morrem prematuramente. “A rotina hospitalar é muito pesada, mas as ações humanizadas que acontecem no HCM, especialmente as festas em datas comemorativas, trazem alívio e leveza, tanto para as crianças quanto para os pais”, afirma Nilsa Cruz Santana, mãe do garoto. 

Kauã ficou encantado ao entrar no hall do 6º andar do HCM. Afinal, o local estava repleto de ovos de páscoa, bombons, cenourinhas com chocolate, cupcakes, sorvetes, frutas, refrigerantes e salgadinhos, entre outras guloseimas. Com as mãos cheias de doces, os olhos brilhando e um lindo sorriso no rosto, Kauã estava empolgado com a festa. “Nem parece que estamos no hospital. Aqui é muito legal, sempre tem uma surpresa diferente”, disse. 

Cada paciente internado no HCM recebeu um kit contendo um ovo de páscoa com 250 gramas, uma caixa de bombom, chocolate Bis e uma cenoura com chocolate. Para evitar aglomerações, as crianças de cada andar desceram em esquema de rodízio, sempre acompanhadas por pais, responsáveis e equipe de enfermagem. Na recepção do HCM, os carrinhos de pipoca e algodão doce complementaram a decoração e despertavam o interesse de adultos e crianças.

“Páscoa é um momento de renovação e fé e esperança. Por isso, há pelo menos um mês estamos trabalhando para realizar esta festa, que é tão importante para os pacientes e para os pais”, afirma Arida Modesto, presidente do Instituto Recomeçar em Amor. 

Já na sexta-feira (12), o HCM foi invadido por um grupo de personagens: Pato Donald e Pateta, princesa Aurora, príncipe e Malévola, Peter Pan, Jessie (Toy Story) e Capitão América percorreram alguns andares do hospital para entregar perucas de fantasias feitas em lã e gorros com cachecóis para “aquecer” o coração de quem está em tratamento.   

Para a vice-diretora Administrativa do HCM, Maria Lúcia Luiz Barcelos Veloso, a ajuda de instituições parceiras é fundamental para quem está em tratamento. “A gente consegue ver a alegria no rostinho de cada paciente e, com isso, a esperança nos olhos das mães. É uma dose de leveza. As festas que aconteceram nesta semana são exemplos a serem seguidos”, disse.   

O pequeno Emmanuel Rodrigues dos Santos, de 7 anos, ficou muito feliz ao receber um gorro verde e cinza. Portador do espectro autista, ele faz acompanhamento no HCM desde o ano passado para investigar possíveis linfonodos. “Como eu já visitei outros hospitais, vejo que essas ações são muito importantes para as crianças. O hospital costuma ser um ambiente um pouco triste, apesar de ver que aqui as crianças são muito felizes. 

Normalmente as crianças ficam muito quietinhas e esse tipo de ação faz com que elas fiquem felizes e possam se divertir como se não estivessem doentes. É um gesto de amor muito simples, mas que torna o dia a dia mais alegre do que o normal”, disse Silmara Cândida Rodrigue, mãe do paciente. 

“As festas transformam a rotina hospitalar. É uma experiência que ressignifica a vinda das crianças para além dos procedimentos invasivos ou algumas consultas. Elas têm a oportunidade de ter a valorização da infância por meio dessas ações e vão se lembrar que são crianças mesmo estando dentro do hospital”, afirmou Daniela Barbosa Dias, psicóloga do HCM. “Para as famílias, é sempre muito importante perceber a alegria e satisfação das crianças nesses momentos”, destacou.

Comitê de Experiência do Paciente

A Funfarme é um dos poucos centros do país que conta com um o Comitê de Experiência do Paciente. O trabalho desta comissão, juntamente com o departamento de capitação de recursos Alianças Estratégicas, associa o tratamento à ótimas experiências para os pacientes.

Criada em setembro de 2022, a comissão tem por objetivo dar voz à pacientes, conhecer e aprimorar experiências de pacientes e seus acompanhantes, perante os fluxos de atendimentos e serviços disponíveis no complexo. 

Com reuniões bimensais, o projeto reforça um dos pilares das unidades da Funfarme, que é oferecer um cuidado de excelência, que possibilite melhor qualidade de vida às pessoas. Por isso, é preciso repensar a relação entre os usuários e os serviços, tendo o paciente no centro do cuidado, focada nas necessidades específicas de saúde de cada indivíduo. Ou seja, estabelecem uma parceria entre profissionais, pacientes e suas famílias, para assegurar que as decisões respeitem seus desejos e necessidades, além da educação e o apoio que necessitam para tomar decisões e participar de seu próprio cuidado.

Alianças Estratégicas

Para ajudar no custeio e manutenção da medicina de alta performance, driblar a crise econômica do país e a redução de recursos e investimentos no SUS, o Complexo Funfarme conta com o departamento de Captação de Recursos, chamado de Alianças Estratégicas. O setor é responsável por firmar parcerias com empresas, instituições privadas, pessoas físicas, parlamentares e políticos das esferas municipal, estadual e federal para obter suporte financeiro para investir em atendimento médico a quem precisa, transformando cada centavo em saúde para a região de Rio Preto-SP.

Informação: Ascom/HCM