Band Vale

Casos de amor na casa do idoso mostram que nunca é tarde para amar

No Vale do Paraíba, o índice de envelhecimento atingiu 63,5, indicando que a região tem 63,5 idosos para cada 100 jovens

Redação Band Vale

Neste Dia dos Namorados, comemorado nesta quarta-feira (12), histórias de amor na terceira idade estão ganhando destaque e provando que nunca é tarde para amar. A população idosa de 60 anos ou mais no Brasil é de 32.113.490 pessoas, representando 15,6% da população total. Esse número reflete um aumento significativo de 56,0% em relação a 2010, quando havia 20.590.597 idosos, correspondendo a 10,8% da população na época.

No Vale do Paraíba, o índice de envelhecimento atingiu 63,5, indicando que a região tem 63,5 idosos para cada 100 jovens, um valor superior ao índice nacional, que é de 55. Em São José dos Campos, a população idosa de 65 anos ou mais é de 80.504 pessoas, constituindo 12% da população total da cidade.

O amor e a sensação de ser amado trazem benefícios em todas as idades, especialmente para a saúde física e mental dos idosos. A perda de amigos, cônjuges e a saída dos filhos de casa frequentemente levam ao sentimento de solidão entre os idosos. No entanto, o amor na terceira idade ajuda a desviar a atenção dessas aflições, proporcionando companhia que pode afastar pensamentos negativos, tristeza, medo, ansiedade e até sintomas de depressão, condições comuns nessa fase da vida.

Mais notícias

Carregar mais