Band Vale

Dia nacional de combate ao glaucoma conscientiza pessoas sobre a doença

Mais de 90 % dos pacientes que são diagnosticados com glaucoma, não apresentam sintomas

Redação Band Vale 26/05/2022 • 06:57 - Atualizado em 26/05/2022 • 06:59
Dia nacional de combate ao glaucoma conscientiza pessoas sobre a doença
Dia nacional de combate ao glaucoma conscientiza pessoas sobre a doença
Adenir Britto/PMSJC

O Dia nacional de combate ao glaucoma, que ocorre nesta quinta-feira (26), tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre o glaucoma. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o glaucoma é a segunda maior causa de cegueira no mundo, ficando atrás apenas da catarata. 

A doença causa aumento da pressão interna do olho e alteração irregular no fluxo de sangue dentro do órgão. Se não tiver um diagnóstico precoce e tratamento, sua principal consequência é a cegueira irreversível.

De acordo com a Dra. Viviane Arauz, que realiza consultas em uma clínica oftalmológica em São José dos Campos, aproximadamente 3 mil casos estão em acompanhamento e diagnóstico de glaucoma na cidade.

Ainda segundo a doutora, mais de 90 % dos pacientes que são diagnosticados com glaucoma, não apresentam sintomas. Por isso a importância do exame oftalmológico anual, já que é uma doença silenciosa e na maioria dos casos o diagnóstico é feito nas consultas de rotina.

Iniciando o tratamento com uso de colírios anti-glaucomatosos, e atingindo a pressão intra-ocular alvo (que é diferente pra cada paciente), a doença tende a se estabilizar, evitando assim a perda visual.

A data é uma oportunidade para as pessoas conhecerem a existência da doença e alertar especialmente para sintomas, prevenção e tratamento.

Sintomas

Na maior parte dos casos o glaucoma é assintomático e não causa qualquer incômodo. Ainda assim, continua danificando o nervo óptico e, somente em estágio avançado, o paciente começa a perceber dificuldade de enxergar. 

O tratamento consegue manter a visão do paciente, mas os danos ao nervo não podem ser revertidos. Por isso, identificar a doença ainda nos estágios iniciais é muito importante.

Números da doença

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a estimativa é que mais de 35 milhões de pessoas tenham algum problema que cause dificuldade para enxergar. Destes casos, pelo menos 900 mil têm o diagnóstico de glaucoma. 

A doença atinge, no mundo, cerca de 64,3 milhões de pessoas, entre 40 e 80 anos. A projeção é de que, até 2040, esse número aumente para 111,8 milhões.