Band Vale

Mulher é encontrada morta em imóvel abandonado em Guaratinguetá

Vítima tinha sinais de estrangulamento; Polícia Civil analisa se incêndio a residência tem ligação com homicídio

Leandro Oliveira 25/05/2022 • 10:53
Polícia Civil analisa homicídio e possível ligação com incêndio registrado no dia seguinte
Polícia Civil analisa homicídio e possível ligação com incêndio registrado no dia seguinte
Google Street View

Uma mulher de 53 anos foi encontrada morta dentro de um imóvel abandonado na Rua Joaquim Ferreira Júnior, no Residencial Eurico Dutra, do bairro Pedregulho, em Guaratinguetá. A Polícia Civil encontrou o corpo da vítima às 16h50 da última terça-feira (24). 

O local era um antigo centro espírita, de acordo com o setor de investigações, e estava desprovido de energia elétrica e água, muito sujo e poderia estar sendo utilizado por usuário de drogas como ponto de consumo de entorpecentes. 

A mulher estava sobre uma cama de solteiro, em um cômodo no fundo do imóvel. Ela tinha sangramento em um dos ouvidos e um pedaço de fio enrolado no pescoço. Haviam lesões pelo corpo, que indicam, segundo a Polícia Civil, que ela tenha tentado se livrar de um estrangulamento.

Embaixo do corpo da vítima foi encontrada uma pequena porção de substância semelhante ao crack. A mulher tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas e era egressa do sistema prisional desde 2019. 

Câmeras de segurança da região podem auxiliar a polícia na identificação do suspeito de ter cometido o homicídio. Não há, até o momento, nenhuma testemunha ou pista de motivação pelo crime.

Investigação

A Polícia Civil analisa se um incêndio registrado na manhã desta quarta-feira (25) no mesmo endereço, Rua Joaquim Ferreira Junior, tem ligação com a ocorrência de homicídio registrada na terça.