Band Vale

Projeto da Câmara de Taubaté aumenta salário de prefeito, vice e secretários

Vencimento da vice-prefeita irá aumentar 249%

Redação Band Vale 30/11/2021 • 16:16
Projeto da Câmara de Taubaté aumenta salário de prefeito, vice e secretários
Projeto da Câmara de Taubaté aumenta salário de prefeito, vice e secretários
Divulgação/Prefeitura de Taubaté

A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara de Taubaté apresentou um projeto que aumenta em 23,5% o salário do prefeito José Saud, em 249,1% o vencimento do cargo de vice-prefeito e em 65,6% o salário dos secretários municipais. Os novos valores seriam válidos já em 2022.

Hoje, o salário do prefeito José Saud é de R$ 18.616,83. Pelo projeto, o salário passaria a R$ 23 mil. Já os secretários, que recebem R$ 11.466,60, passariam a receber R$ 19.000.

O maior aumento seria no salário do cargo de vice-prefeito, de R$ 5.585,04 para R$ 19.500. Contudo, vale destacar que a atual vice-prefeita Adriana Mussi recebe R$ 11.466,60, já que ela acumula o cargo de secretária de desenvolvimento e inclusão social e pode optar pelo maior salário.

No projeto, a comissão destaca que a prefeitura demonstrou e declarou, com base na Lei de Responsabilidade Fiscal e na CF, que a municipalidade pode suportar os novos subsídio mensal propostos.

Se o projeto for aprovado, os secretários de Taubaté passarão a receber o maior salário de toda a região. Hoje, os maiores salários são em Pindamonhangaba, de R$ 15.093,36, de R$ 14.037,79 em São José dos Campos e de R$ 11.691,17, em Jacareí.

O novo salário foi proposta pela comissão de finanças e orçamento, composta pelos vereadores Marcelo Macedo (MDB), Rodson Lima Bobi (PSDB) e Serginho (Progressistas).

Para o jornal ovale, macedo alegou que a elaboração do projeto partiu do governo saud, que teria apresentado uma tabela demonstrando que os prefeitos de nove dos outros 38 municípios da região recebem mais do que o de taubaté (mesmo sendo a segunda maior cidade da região).

Aumento dos vereadores

Na última semana, a própria comissão apresentou um projeto que estabelece aumento de 43% no salário para os vereadores na próxima legislatura. Na atual, os parlamentares recebem R$ 8.363,90 por mês. Pelo projeto, o vencimento seria de R$ 12.000 entre 2025 e 2028. O vencimento do presidente da câmara, de r$ 9.490,36, passaria para r$ 13.800.