Band Vale

Taubaté em Alerta: ADL indica risco de transmissão de dengue

Locais inspecionados foram selecionados aleatoriamente pelo sistema, sem incluir terrenos ou praças públicas

Redação Band Vale

Taubaté em Alerta: ADL indica risco de transmissão de dengue
Divulgação/ PMT

A Secretaria de Saúde de Taubaté, por meio do Controle de Animais Sinantrópicos (CAS), divulgou nesta terça-feira (11) os resultados da Avaliação da Densidade Larvária (ADL) realizada em maio. O Índice de Breteau (IB) registrado foi de 1,2, o que coloca a cidade em estado de alerta para o risco de transmissão de dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

A ADL, realizada quatro vezes ao ano, é crucial para identificar as regiões com maior risco de transmissão dessas doenças. Na última avaliação, agentes do CAS inspecionaram 6.180 imóveis, principalmente residências, em dez áreas diferentes do município. Em média, foram analisados 600 imóveis por área.

Os locais inspecionados foram selecionados aleatoriamente pelo sistema, sem incluir terrenos ou praças públicas. Durante as visitas, os agentes encontraram larvas de mosquitos, especialmente do Aedes aegypti, em diversos recipientes como ralos externos, vasos de plantas com água, pratos/pingadeiras, vasos sanitários/caixas de descarga e baldes/regadores.

As larvas encontradas foram coletadas e analisadas em laboratório, e os dados foram inseridos no sistema, que gerou o Índice de Breteau. Este índice mede a quantidade de recipientes positivos para larvas de Aedes aegypti em relação ao total de imóveis vistoriados. Embora o índice de 1,2 seja menor do que o registrado em janeiro (3,2), ele ainda indica uma situação preocupante.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais