BandNews FM

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes

Reunião para a tomada de decisão começou por volta das 10h e teve a aprovação dos técnicos para a liberação da vacinação para o público menor de idade

Rádio BandNews FM 20/01/2022 • 13:10 - Atualizado em 20/01/2022 • 13:21
Anvisa libera a aplicação da vacina CoronaVac para crianças e adolescentes
Anvisa libera a aplicação da vacina CoronaVac para crianças e adolescentes
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária libera a aplicação da vacina CoronaVac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos. A decisão desta quinta-feira (20) foi tomada pela diretoria colegiada da Anvisa.

A reunião para a tomada de decisão começou por volta das 10h e teve a aprovação dos técnicos para a liberação da vacinação para o público menor de idade. Mas a recomendação não aceitou o pedido integral do Instituto Butantan, que pedia liberação de uso emergencial para o público entre 3 e 17 anos.

O gerente-geral de medicamentos da Anvisa, Gustavo Mendes, afirmou que os dados apresentados sobre segurança e eficácia são bons e orientou a liberação da imunização de não imunocomprometidos com a vacina CoronaVac. Gustavo ressalta que, por enquanto, não há dados suficientes sobre a vacinação de crianças de 3 a 5 anos com o imunizante produzido pelo Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

A diretora Meiruze Sousa Freitas, relatora do processo de aprovação da vacina, votou a favor da liberação do uso emergencial da CoronaVac, com exceção dos imunossuprimidos.

O voto da diretora foi seguido por outros dois diretores e às 12h56 foi formada a maioria para a liberação da vacina para os menores de idade.

VACINAÇÃO DE CRIANÇAS

A Anvisa já tinha liberado no dia 16 de dezembro o uso da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos de idade. Ao longo do fim de semana, após concordância do Ministério da Saúde, o imunizante passou a ser utilizado no Brasil.

Algumas capitais começaram a imunização dos menores entre sábado (15) e segunda-feira (17). Nesta quinta-feira (20), Cuiabá e Palmas iniciaram a campanha, fazendo com que todas as capitais já vacinem o grupo de 5 a 11 anos com o imuzante da Pfizer.

As orientações do Ministério da Saúde são de que as crianças com comorbidades ou deficiências sejam as primeiras vacinadas.