BandNews FM

Após 8ª alta seguida no preço da gasolina, Petrobras afirma que "tudo o que excede R$ 2 não é responsabilidade da estatal"

Declaração foi dada após críticas do presidente Jair Bolsonaro ao valor do combustível

Rádio BandNews FM 28/09/2021 • 10:17
Joaquim Silva e Luna nega mudanças na política de preços da Petrobras
Joaquim Silva e Luna nega mudanças na política de preços da Petrobras
Fotos: Cleia Viana/Câmara dos Deputados e Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, negou que mudanças na política de preços da companhia estejam causando aumento no valor dos combustíveis. A declaração foi dada nesta segunda-feira (27), mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro fez críticas ao alto custo da gasolina para os consumidores.

Durante entrevista coletiva, a diretoria da estatal informou que a participação da empresa no preço do litro da gasolina não passa de R$ 2, e que “tudo o que excede o valor, não é responsabilidade da Petrobras”. Em relação ao diesel, há a arrecadação de cerca de R$ 2,49 por litro.

Um levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP) apontou que, pela oitava semana seguida, o preço médio da gasolina registrou alta nos postos de todo país. Segundo a ANP, na semana encerrada no dia 25 de setembro, o preço médio subiu para R$ 6,092 por litro, enquanto na semana anterior o valor era de R$ 6,076.

Segundo levantamento apresentado durante a coletiva, outras taxas, como impostos federais e estaduais, acabam influenciando a composição dos preços nas bombas de postos pelo país. De acordo com Joaquim Silva e Luna, a estatal é responsável pela produção e refino dos combustíveis e as demais etapas do processo estão relacionadas ao governo federal e ministérios.

Espírito Santo congela ICMS

Visando evitar um encarecimento ainda maior da gasolina, o Espírito Santo vai congelar, pelos próximos meses, o indicador que aponta o preço médio dos combustíveis e que serve como base para calcular o valor do ICMS sobre esses produtos.

O Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final permanecerá fixado caso haja aumento nos preços dos combustíveis. A gasolina no estado tem, em média, valor acima de R$ 6 por litro.

O prazo pelo qual a medida será mantida não foi informado pela Secretaria Estadual da Fazenda. O Espírito Santo já adota o congelamento do preço médio do gás de cozinha desde junho com a mesma finalidade.

  • Petrobras
  • combustíveis
  • gasolina
  • economia
  • Brasil