BandNews FM

Avião que transportava Marília Mendonça será levado ao Rio para ser periciado

Causas do acidente são investigadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos; baixa altitude da aeronave é ponto de dúvida

BandNews FM 08/11/2021 • 07:38
Avião acidentado que levava Marília Mendonça foi puxar por um quindaste até uma área plana antes de ser levado para o Rio.
Avião acidentado que levava Marília Mendonça foi puxar por um quindaste até uma área plana antes de ser levado para o Rio.
Foto: Polícia Militar de Minas Gerais

Um helicóptero da Polícia Militar vai tentar içar, nesta segunda-feira (8), os motores do avião que transportava a cantora Marília Mendonça e caiu na Zona Rural de Caratinga, interior de Minas Gerais na última sexta-feira (5). Além da cantora, morreram na tragédia o tio e assessor dela, Abicieli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros Junior e o copiloto Tarciso Pessoa Viana.

Nesse domingo (7), a aeronave que auxilia na retirada do avião acidentado sobrevoou a área para analisar o terreno e as manobras que devem ser realizadas para a retirada dos equipamentos.

No sábado (6), os peritos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos terminaram os trabalhos iniciais de apuração no local do acidente, recolhendo partes da aeronave.

A retirada do avião acidentado da cachoeira está sob responsabilidade da empresa Pec Táxi Aéreo, dona da aeronave. Um guindaste foi utilizado para puxar a carcaça do avião até uma área alta e o transporte da estrutura para o Rio de Janeiro deve começar nos próximos dias.

Inicialmente, os destroços do avião serão levados para o pátio da empresa credenciada que realizou a remoção e depois seguirão para o Rio de Janeiro, onde serão analisados por técnicos do Cenipa.

No final de semana, os investigadores confirmaram que o avião não tinha caixa preta, o que não é obrigatório para o modelo de avião que transportava a cantora, um Beech Craft King Air C90A. No entanto, um dispositivo de GPS foi localizado dentro da aeronave. Ele poderá revelar mais informações sobre o trajeto do avião que caiu matando a cantora Marília Mendonça e outras 4 pessoas da equipe.

O principal ponto da investigação tenta responder os motivos da aeronave estar voando em altitudes mais baixas do que o previsto. Antes de cair, o avião colidiu em uma linha de alta tensão, mas não é sabido se essa colisão tem alguma relação com a tragédia aérea.