BandNews FM

Barroso vota contra pedido de transferência do traficante Marcola

O ministro já tinha negado a saída do criminoso da Penitenciária Federal de Brasília; o caso está sendo julgado no plenário virtual do STF

BandNewsFM 10/10/2021 • 17:12 - Atualizado em 10/10/2021 • 17:19
O relator do processo afirma que cabe ao governo federal decidir pelo local da custódia do preso
O relator do processo afirma que cabe ao governo federal decidir pelo local da custódia do preso
Fabio Rodrigues/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luis Roberto Barroso votou contra o pedido do governo do Distrito Federal para a transferência do traficante Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, da Penitenciária Federal de Brasília.

Barroso já tinha negado a transferência para outro presídio federal no fim do ano passado, mas após recurso apresentado pelo governo de Ibanês Rocha, o caso está sendo julgado no plenário virtual do STF.

O julgamento começou na última sexta-feira (08), e os ministros têm uma semana para disponibilizarem os votos.

O relator do processo afirma que cabe ao governo federal decidir pelo local da custódia do preso e afirma que todos os requisitos para a manutenção de Marcola no presídio de Brasília estão atendidos.

No ano passado, após uma interceptação do setor de inteligência que apontava a tentativa de resgate do chefe do PCC, o local foi cercado pelo Exército.

O governo do Distrito Federal alega que abriga as sedes dos Poderes e concentra embaixadas de mais de 120 países, por isso, não seria adequado manter presos de alta periculosidade na região.