BandNews FM

Boris Johnson renuncia ao cargo após sequência de escândalos

Premiê não aguentou a pressão dos aliados ao ter o nome envolvido em mais uma polêmica

Rádio BandNews FM 07/07/2022 • 08:37 - Atualizado em 07/07/2022 • 09:59
Boris indicou um acusado de assédio sexual para um cargo no governo
Boris indicou um acusado de assédio sexual para um cargo no governo
Foto: Reuters

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, renunciou ao cargo nesta quinta-feira (7), após uma série de escândalos atingirem o governo.

No posto desde 2019, o premiê do Partido Conservador não aguentou a pressão dos aliados ao ter o nome envolvido em mais uma polêmica. A reação é reflexo da nomeação de Christopher Pincher, acusado de abuso sexual por apalpar, bêbado, dois homens em um clube privado em Londres. Boris Johnson sabia das acusações, mas mesmo assim o escolheu para ser vice-líder do governo no Parlamento.

Antes de apresentar a renúncia, pelo menos 15 ministros e assessores deixaram os cargos, incluindo os responsáveis pelas pastas da Saúde, Finanças, o Procurador-Geral e o vice-presidente do Partido Conservador.

O premiê vinha sofrendo pressão desde o chamado “Partygate”, quando desrespeitou as normas sanitárias e promoveu festas durante a pandemia de Covid-19. Ele ainda enfrenta uma investigação que apura se ele mentiu sobre o assunto.

Boris Johnson ficará no cargo até que um novo premiê seja escolhido.