BandNews FM

Chuva destrói estradas em Goiás e caixão é carregado por ponte interditada

Comunidades quilombolas estão isoladas e aviões são usados no transporte de mantimentos

Rádio BandNews FM 27/12/2021 • 17:27

O estado de Goiás, no Centro-Oeste do país, tem estradas destruídas e comunidades isoladas por conta da chuva forte que atinge a região. O município de Cavalcante, próximo do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, está em situação de calamidade. A interdição de uma ponte na GO-241 fez com que funcionários de uma funerária carregassem um caixão para dar seguimento ao cortejo fúnebre.

A situação foi registrada entre as cidades de Santa Tereza de Goiás e Formoso, a 420 quilômetros de Goiânia. A urna foi carregada por funcionários da funerária, que ao se depararem com a interdição da rodovia, retiraram o caixão do carro, o colocaram em uma maca de metal e o transportaram até o outro lado da ponte. Depois disso, o caixão foi colocado em um outro veículo para seguir viagem para a cidade de Santa Tereza de Goiás, onde o funeral foi realizado.

O caso foi registrado neste domingo (26).

A Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) afirmou que equipes estão realizando os reparos necessários para a liberação da via. O governado Ronaldo Caiado vai até à Chapada dos Veadeiros, para vistoriar a rodovia GO-118, que também está sofrendo com problemas climáticos.

O município de Niquelândia entrou em estado de calamidade pública por conta de duas pontes que foram levadas pela correnteza de rios das proximidades.

Em Cavalcante, de acordo com a prefeitura, 12 comunidades quilombolas, entre elas a Kalungas, estão isoladas. Os problemas vão desde o aterro de pontes e deslizamentos de terra. Somente na comunidade Vão do Moleque, são 420 famílias isoladas.

O poder público municipal afirmou ainda que todas providências estão sendo tomadas, mas que a cidade precisa do apoio das autoridades estaduais para que a situação possa ser controlada.