BandNews FM

Com relatório final adiado, CPI se reúne para ouvir familiares de vítimas da Covid-19

Audiência pública nesta segunda (18) receberá parentes de vítimas da doença; leitura do relatório fica para quarta-feira (20)

BandNews FM 18/10/2021 • 07:06 - Atualizado em 18/10/2021 • 10:02

Mesmo com a definição pelo adiamento da leitura do relatório final da CPI da Pandemia, o colegiado se reúne nesta segunda-feira (18) para uma audiência pública com familiares das vítimas da Covid-19. Serão recebidos cinco pessoas que perderam parentes para o vírus, um representante de cada região do país. A leitura do relatório ficou para quarta-feira (20) e a votação do parecer deve acontecer na próxima semana, no dia 26 de outubro.

A CPI também desmarcou o depoimento de Nelson Mussolini, representante do Conselho Nacional de Saúde, previsto para a manhã desta segunda (18).

Neste domingo (17), o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, senador Omar Aziz (PSD-AM), decidiu adiar a entrega do relatório final das investigações. Segundo ele, a apresentação do relatório na terça (19) e a votação na quarta (20) poderia gerar questionamentos jurídicos pelo pouco tempo para análise do documento. A semana será também dedicada para amarrar e definir os nomes daqueles que estarão na lista de indiciados.

A CPI tem poder de investigar, mas não de punir. Logo, os indiciados só podem ser processados se as autoridades judiciais oferecerem denúncia ou não. O resultado do trabalho deve prever o indiciamento do presidente da República, de ministros e ex-ministros do governo, além de médicos e servidores do Ministério de Saúde.

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator e responsável por apresentar o resultado das investigações, disse que cabe ao presidente do colegiado definir o dia para apresentação do relatório e reafirmou que apoiará a decisão de Aziz.

O presidente do colegiado afirmou no Twitter que a leitura do relatório será na quarta-feira (20) e haverá tempo para discutir o documento até a votação do parecer, marcada agora para o dia 26 de outubro.

Aziz anunciou ainda o depoimento de Helton da Silva Chaves, do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, para terça-feira (19).

Nesta segunda (18), a CPI recebe a enfermeira de Manaus Mayra Pires Lima, que perdeu a irmã no início do ano. Também estarão presente: Geovana Dulce, de 19 anos, que perdeu a mãe e será nova chefe da família; Kátia Shirlene Castilho dos Santos, que perdeu pai e mãe, sendo a última tratada com o “kit Covid” pela Prevent Senior; Rosane Brandão, que perdeu o marido; e Jarquivaldo Bites Leite, em tratamento de graves sequelas da Covid-19. Os convidados representam cada uma das cinco regiões do país e devem trazer um relato pessoal sobre as perdas da pandemia.

Também devem comparecer um representante da ONG Rio de Paz e o taxista Marcio Antônio do Nascimento Silva, que perdeu o filho para a Covid-19 e recolocou cruzes derrubadas em homenagem às vítimas da doença na praia de Copacabana.