BandNews FM

Companhias aéreas fazem acordo para transporte durante a Copa do Mundo

Serão quase 170 voos por dia capitaneados pela Qatar Airways

Por Alinne Fanelli e Bruno Camarão 26/05/2022 • 16:21 - Atualizado em 26/05/2022 • 16:21
O troféu da Copa do Mundo foi conquistado em 2018 pela seleção da França
O troféu da Copa do Mundo foi conquistado em 2018 pela seleção da França
Divulgação/Fifa

As maiores companhias aéreas dos países do Golfo fazem um acordo de promoção de transporte para bate-volta em dias de jogos durante a disputa da Copa do Mundo no Catar, entre novembro e dezembro.

A ideia é que os aeroportos funcionem praticamente como estações de metrô diante do número de decolagens em sequência.

Serão quase 170 voos por dia, capitaneados pela Qatar Airways, patrocinadora oficial do Mundial, ao lado da flydubai, da Kuwait Airways e da Oman Air and Saudia.

Os fãs de futebol que já possuem os ingressos têm a opção de hospedagem em Riad (Arábia Saudita), em Muscat (Omã), no Kuwait ou em Dubai (Emirados Árabes Unidos), e, assim, reservar passagens aéreas do chamado "Match Day Shuttle".

O serviço foi projetado com o propósito de conectar o público ao Catar, para que ele "possa assistir as respectivas partidas, visitar pontos turísticos do país anfitrião, antes de partir de Doha no mesmo dia".

Haverá um transporte terrestre entre aeroporto e estádios, com os torcedores chegando pela manhã e partindo à noite, sem necessidade de acomodação em hotéis.

Além disso, uma política de não-check-in de bagagem deve simplificar o itinerário de viagem para os passageiros.

As passagens custarão 258 dólares (cerca de R$ 1.250) na classe econômica e 998 dólares (R$ 4.800) na classe executiva.

A opção foi pensada também sob dois aspectos: primeiro, com relação à pequena rede hoteleira no Catar; segundo, pelos altos valores de estadia no país.

O procedimento para quem optar por esses voos é o mesmo de quem vai se hospedar em Doha ou redondezas: ingresso e Hayya Card para entrar no país.