BandNews FM

De cartão da sogra à compra de passagem com fronteiras fechadas: histórias de quem faz de tudo pela final da Libertadores

Flamenguista que usou o cartão da sogra para ir a Lima, agora se planejou para acompanhar o time do coração

Rádio BandNews FM 21/10/2021 • 12:31 - Atualizado em 21/10/2021 • 12:31
Neste ano, em Montevidéu, a aventura será diferente, conta Ronan Gomes
Neste ano, em Montevidéu, a aventura será diferente, conta Ronan Gomes
Foto: Arquivo Pessoal

O sonho de todo torcedor é ver seu time vencer uma final de campeonato. E, de preferência, estar ao lado do clube e testemunhar a conquista, seja onde for. Na segunda reportagem especial da BandNews FM sobre a final da Libertadores, você conhece histórias de quem faz loucuras para acompanhar o time até a final.

O advogado Ronan Gomes, morador de Saquarema, no litoral do Rio, é torcedor fanático do Flamengo, ele fez o impossível para conseguir acompanhar o esquadrão rubro-negro na conquista da Libertadores de 2019.

Ronan foi ousado: na época ele tinha os dados bancários da sogra e, sem medo de qualquer represália, comprou passagem e hospedagem com o cartão de crédito dela, gastando mais de R$ 5 mil. O áudio, vazado por amigos do advogado, viralizou na internet.

Neste ano, em Montevidéu, a aventura será diferente. Ao contrário de 2019, Ronan se preparou para a final de Libertadores, mesmo sem saber se as fronteiras com o Uruguai estariam abertas devido à pandemia, ou se o estádio Centenário receberia torcedores.

Ele confiou no desempenho do Flamengo e nos possíveis confrontos que o time teria no mata-mata para saber se estar na final da Libertadores era um sonho possível ou não.

Ronan garantiu passagem aérea e hospedagem por R$ 3.150, um valor bem menor do que o da viagem para Lima, no Peru, dois anos antes. Contudo, o preço do ingresso não está incluído.

A Conmebol só anunciou nesta quarta-feira (20) a pré-venda de bilhetes. O mais barato custa 200 dólares, o equivalente a pouco mais de R$ 1.100.

Confira a matéria de Maurício Bastos: