BandNews FM

Elza Soares é velada com cortejo musical na Zona Oeste do Rio de Janeiro

Cerimônia contou com a presença da escola de samba da cantora e homenagens de artistas

BandNews FM 21/01/2022 • 08:05 - Atualizado em 21/01/2022 • 21:38

Amigos e familiares se despedem de Elza Soares nesta sexta-feira (21). Foi realizado uma cerimônia para velar a cantora, na qual foram tocadas músicas como 'Não Deixe o Samba Morre', 'Salve a Mocidade' e 'Mulher do Fim do Mundo'. A despedida da cantora foi feita no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A Velha Guarda da Mocidade Independente de Padre Miguel, escola do coração de Elza, também acompanhou a cerimônia, marcada por muitas homenagens e emoção.

Antes do sepultamento, o corpo da compositora foi levado por um caminhão do Corpo de Bombeiros por diversas ruas do Rio. O cortejo partiu no início da tarde do Theatro Municipal, onde Elza foi velada, no Centro do Rio de Janeiro. O velório foi aberto ao público a partir das 10h. Antes, a família tem um momento privado com a artista, que morreu aos 91 anos de causas naturais.

Elza passou mal em casa, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, na tarde desta quinta (20). Uma ambulância foi chamada para o atendimento, mas ela já estava morta.

O corpo da artista chegou ao teatro por volta das 7h10. O público prestou as últimas homenagens entre 10h e 14h.

Um dos principais nomes da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora foi eleita a voz brasileira do milênio. Faz parte da lista das 100 maiores vozes da música brasileira, elaborada pela revista Rolling Stone Brasil.

O prefeito do Rio Eduardo Paes decretou luto de três dias.