BandNews FM

Em reunião do Mercosul, Bolsonaro mente sobre aulas na pandemia

Presidente disse que brasileiros voltaram a estudar "em plena segurança"

08/07/2021 • 17:05
Bolsonaro mente sobre aulas na pandemia no discurso da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul
Bolsonaro mente sobre aulas na pandemia no discurso da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul
Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr.

No discurso da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, o presidente Jair Bolsonaro garantiu aos representantes latino-americanos que o Brasil já começa a superar a crise imposta pela Covid-19 e mentiu ao avaliar os impactos da pandemia no País.

Ele afirmou que os brasileiros já voltaram a estudar e trabalhar "em plena segurança" e a viver em condições de "plena normalidade".

Os estados brasileiros ainda discutem a volta às aulas para não aumentar a disseminação do coronavírus.

Segundo Bolsonaro, números apresentados por ministros apontam uma retomada econômica no País e o avanço da vacinação:

“Meu governo está empenhado em garantir rápida e plena recuperação da economia neste momento de intensificação da imunização em massa. Os brasileiros voltam a estudar e trabalhar em plena segurança. A viver, enfim, em condições de plena normalidade.”

A 58º Reunião da Cúpula do bloco foi realizada nesta quinta-feira (08). A Argentina deixou a presidência do Mercosul para o Brasil, que assumirá o comando do bloco por seis meses.

Jair Bolsonaro também aproveitou o evento para criticar a gestão do colega argentino, Alberto Fernández. O presidente brasileiro defendeu a diminuição da tarifa externa comum no bloco e a possibilidade de membros do Mercosul negociarem acordos individuais. Argentina e Paraguai já se posicionaram contra essas medidas; o Uruguai apoia.

Bolsonaro falou que espera que no fim do ano todos os países do Mercosul possam se reunir, no Brasil, devidamente vacinados. O presidente ressaltou também que as demais nações podem contar com os esforços do governo federal para promover uma imagem melhor do bloco no mundo e uma economia alinhada com os valores praticados no restante do planeta.

  • Jair Bolsonaro
  • Covid-19
  • Brasil
  • Internacional
  • notícias