BandNews FM

Entenda como mulher denunciou violência doméstica fingindo pedir pizza

Caso aconteceu no domingo em Paranavaí, cidade no noroeste do Paraná

Entenda como mulher denunciou violência doméstica fingindo pedir pizza
Reprodução

Para escapar de uma situação de violência doméstica, uma mulher fingiu estar pedindo uma pizza enquanto, na verdade, buscava ajuda da Guarda Municipal. O incidente aconteceu no domingo (16) na cidade de Paranavaí, no noroeste do Paraná.

Durante a chamada, a mulher, que estava sob ameaça do agressor ao seu lado, ligou para a guarda e disfarçou seu pedido de socorro como se encomendasse uma pizza.  

O agente que atendeu a ligação inicialmente ficou confuso, mas captou a mensagem. "Olha, minha senhora, aqui é a Guarda Municipal," disse ele. A mulher persistiu: "Eu sei, mas eu queria uma pizza."  

Reconhecendo o código utilizado frequentemente por vítimas de violência doméstica, o guarda instruiu: "Se a senhora estiver sendo vítima de violência doméstica, peça uma pizza de chocolate." Sem hesitar, a mulher respondeu: "Eu quero uma pizza de chocolate."

Ajuda do filho

Os agentes se deslocaram imediatamente para a residência da mulher. Durante esse intervalo, o agressor tomou o celular dela, mas o filho de 11 anos conseguiu passar informações cruciais à Guarda Municipal, permitindo que a ajuda chegasse.

Ao chegar no local, os guardas encontraram a mulher e o agressor dentro da residência. Ele foi preso e levado à 8ª. Subdivisão da Polícia Civil da cidade.

Conhecido entre vítimas de violência doméstica, o "pedido de pizza" é um código que pode salvar vidas. 

Tópicos relacionados