BandNews FM

Estados brasileiros registram casos da variante Delta

Paraná tem quatro mortos pela mutação; prefeitura de São Paulo confirma transmissão comunitária

Rádio BandNews FM 15/07/2021 • 10:43
Segundo o balanço do Ministério da Saúde, são 20 casos confirmados no Brasil
Segundo o balanço do Ministério da Saúde, são 20 casos confirmados no Brasil
Foto: Débora Barreto/Fiocruz

Mesmo com a monitoração da presença da variante identificada primeiramente na Índia em aeroportos, alguns estados brasileiros registram infectados e mortos pela mutação do coronavírus. Segundo o balanço do Ministério da Saúde, são 20 casos confirmados no Brasil.

PARANÁ

Chega a quatro o número de mortos pela variante Delta do coronavírus no Paraná.

Nesta quarta-feira (14), a Secretaria da Saúde do Estado anunciou o óbito de uma mulher de 46 anos, moradora de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

É a quinta cidade a registrar casos da variante delta do coronavírus no Paraná. Com a vítima mais recente, sobe para oito o total de ocorrências diagnosticadas no estado.

O informe do governo estadual classifica as ocorrências como ‘isoladas’ e diz que ‘ainda não há transmissão comunitária’ no Paraná.

RIO DE JANEIRO

Dois casos de infecção pela variante Delta do coronavírus são identificados na capital fluminense. Os contaminados são dois homens, de 27 e 30 anos, moradores de Vila Isabel, na Zona Norte, e da Ilha de Paquetá, no centro.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a confirmação foi feita após sequenciamento genômico.

A pasta afirma ainda que o morador de Paquetá infectado não tinha sido vacinado e que os registros apontam para uma transmissão local da variante.

Os dois casos detectados são acompanhados pela Secretaria de Saúde e, segundo a pasta, os pacientes não podem mais transmitir a doença, já que têm mais de 14 dias de infecção.

SÃO PAULO

A Prefeitura de São Paulo confirma que existe transmissão comunitária da variante indiana do coronavírus, considerada mais transmissível.

Após uma investigação, não foi possível determinar como um homem, de 45 anos, morador do Belenzinho, na zona leste da capital paulista, testou positivo para a nova cepa.

  • Internacional
  • Brasil
  • São Paulo