BandNews FM

Estados Unidos pousam primeira nave de uma empresa privada na Lua

Pouso acontece após mais de 50 anos da missão Apollo 17

*Adrielly Souza

Missão transportou um módulo de pouso com mais de quatro metros de altura
Missão transportou um módulo de pouso com mais de quatro metros de altura
Reprodução

Na noite desta quinta-feira (22), o módulo lunar robótico da Intuitive Machines tornou-se o primeiro veículo de uma empresa privada a realizar um pouso bem-sucedido na Lua, marcando o retorno dos Estados Unidos ao satélite natural da Terra após mais de 50 anos. Desde então, apenas agências espaciais da Rússia, China, Japão e EUA haviam tido sucesso.

A última alunissagem (como é chamada a chegada de uma espaçonave na superfície da Lua) dos EUA aconteceu em 1972, com a missão Apollo 17. Naquela ocasião, a nave foi tripulada.

A sonda Odissey foi lançada em 15 de fevereiro deste ano no foguete Falcon 9 da SpaceX, em uma missão liderada pela empresa Machines, com o respaldo da NASA.

A agência espacial americana confirmou o pouso, mas ainda não indicou como ocorreu, já que as condições de visualização não estavam totalmente claras devido a problemas na comunicação de rádio. Momentos antes do pouso lunar, os engenheiros tiveram que resolver um problema de navegação para determinar a altitude e a velocidade da espaçonave.

Há grande expectativa nesse pouso por causa da água detectada no interior das crateras que a luz solar não alcança, e, assim como a China, os Estados Unidos têm planos para iniciar os voos tripulados na lua até o fim da década.

Antes desse retorno de humanos para lua, a NASA optou por colaborar com empresas privadas para o envio de equipamentos ao satélite natural. O Odysseus transportou seis instrumentos da agência, a um custo de US$ 118 milhões.

Esta missão lunar da Intuitive Machines representa a primeira tentativa da empresa nesse campo.

  • *Sob supervisão de Sandro Badaró

Tópicos relacionados