Notícias

EUA devem descartar 60 milhões de vacinas da Janssen para evitar risco de contaminação

Em março, um lote fabricado na cidade de Baltimore foi jogado fora depois de mistura com vacina da AstraZeneca

11/06/2021 • 14:41 - Atualizado em 11/06/2021 • 16:33
Vacina Janssen da Johnson & Johnson
Vacina Janssen da Johnson & Johnson
Foto: Reuters / Timothy D. Easley

Os Estados Unidos terão que descartar mais 60 milhões de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19.

De acordo com a FDA, agência que regula o setor no país, os imunizantes foram produzidos na mesma fábrica que já tinha jogado fora 15 milhões de doses.

A unidade que fica na cidade de Baltimore, no estado de Maryland, era investigada por ter misturado lotes de vacinas e chegou a paralisar a produção.

No espaço, eram produzidas as doses das vacinas Janssen da Johnson & Johnson e da Oxford/AstraZeneca.

A agência reguladora ainda cogita a possibilidade de circular 10 milhões das doses com o alerta de isenção de garantia de boas práticas por parte da produtora.

Há dois meses, a planta está fechada e ainda não foi decidido se a empresa poderá voltar a operar.

Atualmente, o país conta com suprimentos suficientes das vacinas Pfizer/BioNTech e Moderna, mas o desastre com as doses contaminadas prejudica o plano do governo de distribuir vacinas para outros países.

  • Descarte de vacinas