BandNews FM

Fome no Brasil: Crianças com fome comem gambás no RJ

Série de reportagens da BandNews FM revela panorama da fome no Brasil. 18,8 milhões de crianças não têm o que comer no país.

Rafaela Cascardo 06/12/2021 • 07:52 - Atualizado em 06/12/2021 • 08:14
18,8 milhões de crianças passam fome no Brasil; na Baixa Fluminense, crianças comem gambás
18,8 milhões de crianças passam fome no Brasil; na Baixa Fluminense, crianças comem gambás
Foto: Agência Brasil

No último Dia das Crianças, em 12 de outubro, cerca de 18,8 milhões de meninos e meninas até 14 anos passaram fome no país. O levantamento da Fundação Abrinq aponta que dessas, pelo menos 9 milhões vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita mensal de, no máximo, R$ 275.

A fome no Brasil e o panorama desta questão é tema de uma série de reportagens da Rádio BandNews FM que começa nesta segunda-feira (6).

Um professor de escola pública na Baixada Fluminense, região com os indicadores sociais mais baixos do Rio de Janeiro, conta que algumas crianças têm recorrido até mesmo ao consumo de gambás para vencer a fome.

A venda do animal é proibida no Brasil por questões sanitárias.

O fechamento das escolas no período mais severo da pandemia do coronavírus afetou ainda mais as crianças, já que muitas encontravam no colégio o lugar onde consumiam as únicas refeições do dia.

A qualidade da comida ingerida também piorou, segundo uma pesquisa do Grupo Food for Justice. Nas casas que estão em situação de insegurança alimentar, o consumo de comida saudável caiu 85% na pandemia.

Para a médica pediatra Daniela Piotto, a fome pode deixar impactos de longo prazo nas crianças.

Uma pesquisa do Unicef mostra que também houve prejuízos na saúde mental: 27% dos entrevistados relataram que adolescentes apresentaram insônia ou excesso de sono por causa da fome. Além disso, 29% responderam que os adolescentes tiveram alteração no apetite e 28% tiveram diminuição do interesse em atividades rotineiras. 

Confira a reportagem de Rafaela Cascardo: