BandNews FM

Governo aumenta vigilância na Amazônia para evitar entrada de nova variante do coronavírus

Após alerta de novas mutações, estratégia de imunização se intensifica

03/08/2021 • 13:19
A estratégia é reforçar a vigilância nas portas de entrada dos três municípios.
A estratégia é reforçar a vigilância nas portas de entrada dos três municípios.
Foto: Itamar Crispim/Fiocruz

O Governo do Amazonas enviou, nessa segunda-feira (02), uma equipe de profissionais para realizar um diagnóstico na região do Alto Solimões, após alerta de risco de uma possível entrada de novas variante do coronavírus na fronteira com o Peru. As ações de testagem em massa e de vacinação serão intensificadas em Tabatinga, Benjamin Constant e Atalaia do Norte.

Conforme a Fundação de Vigilância, o reforço da imunização tem o objetivo de evitar a entrada de novas cepas a partir de outros países. A estratégia é reforçar a vigilância nas portas de entrada dos três municípios, que até o momento, não tem internações por Covid-19.

A atividade faz parte do plano de ação pela FVS, após a emissão de alerta de risco para Covid-19, na última quinta-feira (29), após receber notificação de surto na cidade de Islândia, no Peru, que apresenta risco para a região de fronteira no Alto Solimões.

  • vigilância
  • variante
  • Covid-19
  • pandemia
  • fronteira
  • Amazonas.