BandNews FM

Greve dos caminhoneiros: com baixa adesão, estradas pelo país seguem sem bloqueios

Protestos se limitaram, na maioria, a concentrações sem fechar pistas

Rádio BandNews FM 01/11/2021 • 08:05 - Atualizado em 01/11/2021 • 15:26
Greve é motivada pelos aumento dos preços dos combustíveis.
Greve é motivada pelos aumento dos preços dos combustíveis.
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com a proibição do bloqueio de rodovias em pelo menos 20 estados, a greve dos caminhoneiros marcada para esta segunda-feira (1°) tem baixa adesão ao longo de todo o dia.

Não há bloqueios de rodovias federais ou estaduais por caminhoneiros. Os protestos se limitaram, na maioria, a concentrações sem bloqueio de faixas.

Pela manhã, um grupo tentou fechar o acesso ao Porto de Santos, no litoral paulista, mas a via foi liberada após a polícia agir para cumprir a decisão da justiça.

A ação foi criticada pelos manifestantes:  

O Ministério da Infraestrutura informou que "não há registro de nenhuma ocorrência de bloqueio parcial ou total em rodovias federais ou pontos logísticos estratégicos" por parte do movimento dos caminhoneiros autônomos.

Reivindicações

Os motoristas querem a revisão da política de preços para os combustíveis, o cumprimento do piso mínimo do frete e aposentadoria especial a partir de 25 anos de contribuição.

A greve contou com apoio de diversas entidades, como o Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL) e da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava).