BandNews FM

Hospital Universitário na capital paulista sofre com superlotação

Unidade da USP diz que tempo de espera pode passar de seis horas

Elaine Freires

Hospital Universitário na capital paulista sofre com superlotação
marcos Santos/USP Imagens

A crise no Hospital Universitário da USP obriga a direção da unidade a fixar cartazes para informar que o tempo de espera pode superar seis horas no pronto-socorro. Pacientes em macas, praticamente amontoados à espera de um leito hospitalar, são frequentes no hospital na zona oeste de São Paulo.

Desde a maior crise da unidade, há quase um ano, as filas viraram rotina. Em julho do ano passado, a superlotação fez a direção fechar as portas do pronto-socorro adulto por cinco dias.

Pacientes já são informados do lado de fora, antes de entrar no estacionamento que a demanda no pronto-socorro pode ser superior a seis horas para casos que não são considerados graves.

Nos últimos 10 anos, o Hospital Universitário perdeu 500 funcionários e reduziu a sua capacidade de atendimento, além de passar a funcionar de maneira regulada, por meio de encaminhamento de pacientes de pronto-socorro pré-hospitalares e Unidades Básicas de Saúde da região.

Entre 2013 e 2024, o Hospital Universitário viu sua quantidade de leitos ativos reduzir de 233 para 130, de acordo com dados do Anuário Estatístico da USP e informações da superintendência da unidade.

O hospital é o único adulto voltado para casos de média complexidade na zona oeste da capital paulista e atende cerca de cinco mil pacientes por mês, ante 17 mil em 2013. Essa baixa não se dá apenas pela falta de funcionários e leitos, mas por causa de uma reestruturação do HU.

Atualmente, o orçamento anual do Hospital Universitário é de 400 milhões de reais, sendo 30 milhões vindos do SUS e o resto da USP.

De acordo com a reitoria, como o Hospital Universitário é uma plataforma de ensino e pesquisa, não há planos de ampliar o número de leitos, pois a unidade não tem a função de abarcar todos os atendimentos da zona oeste.

Tópicos relacionados