BandNews FM

Justiça destitui Ednaldo Rodrigues da presidência da CBF

Decisão foi do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que considerou ilegal acordo com MP; novas eleições

Rádio BandNews FM

Ednaldo Rodrigues e oito vice-presidentes da CBF foram destituídos
Ednaldo Rodrigues e oito vice-presidentes da CBF foram destituídos
Lucas Figueiredo/CBF
Topo

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro retirou do cargo o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e dos oito vice-presidentes. Também nesta quinta (07), o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, José Perdiz, foi nomeado chefe interino da confederação e terá que convocar novas eleições em até 30 dias.

A 21ª Câmara de Direito Privado da corte julgou ilegal um Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público do Rio de Janeiro, assinado em 2022 e que permitiu a eleição de Ednaldo para um mandato de 4 anos. Segundo os desembargadores, o MP não tem legitimidade para interferir em assuntos internos da CBF.

Ednaldo Rodrigues tinha sido nomeado presidente da entidade máxima do futebol brasileiro em 2021 após o afastamento de Rogério Caboclo, que foi alvo de denúncias de assédio moral e sexual.

O MP-RJ havia entrado com uma ação em 2018 por entender que o estatuto da CBF desrespeitava a Lei Pelé, não dando peso igual para clubes e federações na escolha do presidente.

A decisão da Justiça deve ser publicada na segunda-feira e a CBF pode recorrer.

Tópicos relacionados