BandNews FM

Lula afirma que não vai desistir da conclusão do acordo Mercosul-UE

Premiê da Alemanha, Olaf Scholz, diz estar impressionado com a "ambição do Brasil"

Rádio BandNews FM

Lula afirma que não vai desistir da conclusão do acordo Mercosul-UE
Lula afirma que não vai desistir da conclusão do acordo Mercosul-UE
Ricardo Stuckert/PR
Topo

O presidente Lula afirmou nesta segunda-feira (4) que não vai desistir da conclusão do acordo Mercosul-União Europeia, mesmo com a oposição do presidente da França, Emmanuel Macron, e da mudança de governo na Argentina.

Em entrevista coletiva realizada ao lado do primeiro-ministro alemão, Olaf Scholz, Lula disse que vai trabalhar pelo acordo enquanto puder, e que só vai parar quando ouvir "não" de todos os presidentes. O presidente desembarcou em Berlim, na Alemanha, para uma viagem de três dias depois de ter participado da COP-28, em Dubai.

"Eu só posso dizer para você que não vai ter assinatura [do acordo] na hora que terminar a reunião do Mercosul, que eu tiver o não. Enquanto eu puder acreditar que é possível fazer esse acordo, eu vou lutar para fazer. Porque, depois de 23 anos, se a gente não concluir o acordo, é porque, eu penso que nós estamos sendo irrazoáveis com as necessidades que nós temos de avançar nos acordos comerciais, políticos e econômicos", afirmou o petista.

O presidente disse também que a negociação está em um "momento decisivo" a poucos dias de mais uma edição da cúpula do Mercosul, marcada para 6 e 7 de dezembro no Rio de Janeiro.

Ao mesmo tempo, Scholz respondeu que a Alemanha também anseia pela conclusão do acordo e disse ainda que está impressionado com a "ambição do Brasil".

"Estou convencido de que será possível obter uma maioria nos dois órgãos, tanto no Conselho Europeu quanto no Parlamento Europeu; peço a todos os envolvidos que deem uma prova de pragmatismo e celebrem o compromisso. Seria muito bom que o acordo saísse", disse o chanceler alemão.

Tópicos relacionados