BandNews FM

Lula e Boulos são condenados pelo TRE-SP por propaganda eleitoral antecipada

Presidente e pré-candidato a prefeitura de São Paulo participaram de um ato no dia do trabalhador, na Neo Química Arena; petista pediu votos ao deputado federal na eleição municipal paulistana

BandNews FM

Lula e Boulos são condenados pelo TRE-SP por propaganda eleitoral antecipada
Ricardo Stuckert / PR

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) condenou e multou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em R$ 20 mil, e o pré-candidato a prefeito de São Paulo e deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), no valor de R$ 15 mil, por propaganda eleitoral antecipada.

A decisão é do juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci e a ação foi movida pelo Partido Novo após o presidente Lula, durante evento de 1º de Maio, na Neo Química Arena - estádio do Corinthians -, pedir voto ao parlamentar e citar que a disputa eleitoral seria uma "verdadeira guerra".

No dia 2 de maio, por determinação judicial, o vídeo foi retirado da página do presidente no Youtube e o petista passou a ser criticado por pedir votos de maneira antecipada, já que o período de campanha eleitoral ainda não foi iniciado.

Em nota, a defesa de Guilherme Boulos disse que irá recorrer da decisão e acusou o atual  prefeito da capital paulista de fazer uso da "máquina pública" para se promover ainda no período de pré-campanha.

"A pré-campanha irá recorrer da decisão do TRE-SP. O prefeito Ricardo Nunes, ele sim, tem usado a máquina pública para promoção pessoal. Nunes é alvo de duas representações do PSOL por uso da máquina pública e campanha eleitoral antecipada. As ações citam reportagens veiculadas pela imprensa envolvendo o uso de servidores para compor claque de apoio a Nunes em eventos custeados pela prefeitura, bem como falas do prefeito usando eventos custeados pela prefeitura insinuando a necessidade de sua própria reeleição e fazendo ataques ao deputado Guilherme Boulos", declarou a defesa do deputado.

Tópicos relacionados