BandNews FM

Manaus anuncia a imunização de adolescentes contra a Covid-19, mas baixa adesão de gestantes preocupa

A partir de sexta-feira (13), capital amazonense dará início à vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades

Rádio BandNews FM 10/08/2021 • 11:48 - Atualizado em 10/08/2021 • 11:52
Manaus já vacinou cerca de 28% da população adulta com as duas doses ou com o imunizante de dose única
Manaus já vacinou cerca de 28% da população adulta com as duas doses ou com o imunizante de dose única
Foto: Dhyeizo Lemos/SEMCOM

Enquanto a vacinação contra a Covid-19 segue em ritmo acelerado em Manaus, já atingindo a faixa etária de 18 anos, a procura pela imunização de grávidas e puérperas da capital amazonense têm baixa adesão.

Manaus começará a vacinar, a partir de sexta-feira (13), adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades. No sábado (14), será a vez do público da mesma faixa etária sem doenças preexistentes. O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima por meio das redes sociais, que divulgou também a aplicação da segunda dose para profissionais de educação a partir desta terça (10).

A cidade já vacinou cerca de 28% da população adulta com as duas doses ou com o imunizante de dose única, o que equivale a 386 mil pessoas. Apesar dos bons números, Manaus tem encontrado dificuldades na imunização de grávidas e puérperas. Cerca de 67% das gestantes e mães com até 45 dias após o parto ainda não tomou nenhuma dose da vacina contra a Covid-19.

Das mais de 42,8 mil mulheres que pertencem a esse grupo, apenas 32% tomaram a primeira dose do imunizante e 4,8% completaram o esquema vacinal. Os dados são da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-RCP). A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e a FVS assinaram uma nota técnica com orientações e recomendações para ampliar a cobertura vacinal desse grupo e reduzir a mortalidade obstétrica associada à infecção por Covid-19.