BandNews FM

Maurício Souza é demitido após falas homofóbicas

Decisão do Minas Tênis Clube foi oficializada depois do atleta do vôlei afirmar que ter opinião e defender o que se acredita não é ser homofóbico

BandNews FM 27/10/2021 • 20:57
Os dois principais patrocinadores do clube repudiaram as declarações do atleta
Os dois principais patrocinadores do clube repudiaram as declarações do atleta
Reprodução/Instagram

Após afastar e pedir que o atleta Maurício Souza publicasse uma retratação por declarações homofóbicas nas redes sociais, o Minas Tênis Clube anunciou a demissão do atleta. A decisão foi oficializada nesta quarta-feira (27), após o atleta publicar um vídeo se posicionando e pedindo desculpas pelas postagens homofóbicas. 

O Minas já havia afastado o atleta e exigido um pedido de retratação. Porém, no vídeo publicado no Instagram, Maurício sustenta que "ter opinião e defender o que se acredita não é ser homofóbico e nem preconceituoso". 

As declarações do atleta voltaram a ser duramente criticadas pela comunidade LGBTQIA+. Na terça-feira, Maurício havia sido criticado por fazer um primeiro pedido de desculpas em um perfil onde o atleta tem apenas algumas centenas de seguidores. Na publicação, Maurício também não fez uma menção direta sobre o motivo do pedido de desculpas.  

Já as declarações homofóbicas - que motivaram a suspensão e posteriormente a demissão - foram feitas no perfil do jogador no Instagram, onde ele tem mais de 300 mil seguidores. Foi no Instagram que o central criticou a DC Comics por causa dos novos quadrinhos do Superman, que revelam que o filho do herói é bissexual.  

Os dois principais patrocinadores do clube repudiaram as declarações do atleta.  Antes do afastamento, a montadora Fiat e a siderúrgica Gerdau se posicionaram contra qualquer tipo de manifestação homofóbica ou de cunho preconceituoso e cobraram uma uma reposta imediata do Minas Tênis Clube.  

O ponteiro da Seleção Brasileira de Vôlei, Douglas Souza, que é homossexual, agradeceu as empresas pela postura. Outros vários atletas do vôlei e de outros esportes criticaram as declarações do central Maurício Souza. O central Maurício Souza recebe mensagens de apoio de integrantes da família  Bolsonaro, após a suspensão do time de vôlei do Minas.  

Já os irmãos Flávio e Eduardo Bolsonaro fizeram publicaram mensagens de apoio ao atleta e repudiando a postura do Minas e dos patrocinadores.  Maurício agradeceu aos políticos pelo apoio e sustentou que seguirá em defesa de Deus e da família.