BandNews FM

Mauro Cid será ouvido novamente pela PF; motivação de vídeo encontrado é apurado

Material apreendido foi incluído em inquérito que apura tentativa de golpe de Estado

BandNews FM

Mauro Cid será ouvido novamente pela PF; motivação de vídeo encontrado é apurado
Mauro Cid será ouvido novamente pela PF; motivação de vídeo encontrado é apurado
Lula Marques/Agência Brasil
Topo

A Polícia Federal vai ouvir novamente o tenente-coronel do Exército Mauro Cid após o feriado de Carnaval. A PF quer saber se o ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro tem mais informações que ainda não foram reveladas. Uma apuração sobre o que motivou a gravação da reunião ministerial, feita em 5 de julho de 2022, obtida pela Polícia Federal e divulgada na última sexta-feira (9), também será realizada. O porquê de Cid manter o vídeo em “segredo” antes da apreensão do material é investigado.

Depois da divulgação do vídeo, em que o ex-presidente diz que Brasil viraria “grande guerrilha” se reagisse depois das eleições de 2022, Jair Bolsonaro (PL)  afirmou que não houve organização para dar um golpe de estado. Ele voltou a dizer que a operação é uma perseguição política e que a prisão de auxiliares não se sustenta.

O material encontrado no computador de Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, foi incluído em inquérito que apura tentativa de golpe de Estado e é uma das peças que embasaram a operação da PF contra militares e ex-ministros suspeitos de participarem de uma tentativa de golpe de Estado. A avaliação dos investigadores é de que as declarações se conectam com outras provas, como as trocas de mensagens entre ministros e militares.

No sábado, o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes concedeu liberdade provisória a Valdemar Costa Neto. O presidente do PL tinha sido preso durante a operação da Polícia Federal na semana passada por porte ilegal de arma de fogo. Na ação, também foi encontrada uma pepita de ouro de origem desconhecida.

Tópicos relacionados