BandNews FM

MG, PR e SP investigam casos suspeitos da variante Ômicron do coronavírus

Pacientes foram diagnosticados com Covid-19 após retorno de viagens ao continente africano, mas testes complementares são necessários para confirmar a variante

BandNewsFM 29/11/2021 • 20:17 - Atualizado em 30/11/2021 • 08:55
Nova cepa circula em países da África Austral
Nova cepa circula em países da África Austral
Foto: Reuters

Após o estado de São Paulo anunciar que monitora um caso suspeito da variante Ômicron, os estados do Paraná e de Minas Gerais também acompanham pacientes que podem estar infectados pela mutação identificada pela primeira vez na África do Sul. Nesta segunda-feira (29), a Secretaria de Estado de Saúde mineira afirmou que isolou uma paciente vinda do Congo e que testou positivo para a Covid-19. No Paraná, seis passageiros vindo do continente africano estão em monitoamento.

A mineira de 33 anos, que esteve no Congo, testou positivo para a Covid-19 e está internada, em isolamento, no Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte. A paciente esteve no país, localizado na África Central, no dia 17 de novembro, e chegou à capital mineira no dia 20. 

Ainda de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, após a confirmação por teste rápido, foi solicitado o exame PCR da paciente para a realização de sequenciamento genético pela Funed, a Fundação Ezequiel Dias.

Até o momento, nenhum caso da nova cepa foi confirmado no país.

Já o Paraná monitora 6 passageiros vindos da África do Sul e que desembarcaram no estado na última semana. O país é considerado o polo de surgimento da nova variante do coronavírus ômicron. 

O acompanhamento é realizado pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná. Segundo o chefe da pasta, secretário Beto Preto, o grupo de viajantes teve contato direto com outro brasileiro que fez o mesmo voo e que testou positivo para a Covid-19, logo após o desembarque em São Paulo.