BandNews FM

Motoristas de aplicativo devolvem 30 mil carros após alta da gasolina

Tarifas cobradas pelos apps também influenciaram na desistência da categoria

BandNews FM 20/10/2021 • 09:18 - Atualizado em 20/10/2021 • 09:28

Nos últimos quatro meses, 30 mil motoristas de aplicativo de todo o país tiveram de devolver os carros alugados por não conseguirem arcar com os custos. De acordo com a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis, o principal motivo foi a alta no preço dos combustíveis aliado à tarifa cobrada pelos aplicativos.

A cidade de São Paulo representa a maior parcela da categoria que devolveu os carros, cerca de 30% do total.

De acordo com informações da Câmara Municipal, a capital tem 546 mil motoristas em apps de transporte. Os representantes da categoria afirmam que pelo menos 20% do grupo deixou a profissão por não conseguir arcar com os custos.

“Tive que devolver o veículo, eu não tive condições de pagar. No começo do mês de setembro devolvi o carro porque aumentou demais o combustível, as taxas da Uber, mais os gastos que tenho em casa, e aí ficou muito apertado. Hoje eu me encontro desempregado, estou vendendo bala na rua e procurando alguma coisa para fazer para sustentar minha família com muita dificuldade. ”, afirma o ex-motorista Fábio Souza.

Ainda segundo a Abla, 200 mil continuam com os carros alugados, mas a expectativa é que as devoluções cheguem ainda esse ano à marca de 50 mil.

Nas ruas, usuários reclamam da demora em conseguir carros e de consequentes adiamentos e alta nos preços das corridas.

Os aplicativos negam que há falta de motoristas, embora as associações que representam a categoria já sinalizaram uma debandada.