BandNews FM

O FUTURO É AGORA: MOTOS ELÉTRICAS PARA SEU PEDIDO CHEGAR AINDA MAIS SEGURO

Modais limpos é o tema de hoje do nosso podcast “Abrindo a Cozinha”.

Publieditorial 05/08/2022 • 14:59 - Atualizado em 05/08/2022 • 15:16
IFood
IFood
Imagem de divulgação

Na hora de fazer o seu pedido de delivery, uma cadeia de fatores é ativada. Parte deles a gente não vê: toda a rede por trás que faz o aplicativo funcionar, o restaurante parceiro e sua equipe, que atuam na linha de frente na produção do seu pedido, entre outros. Mas uma parte desse processo você consegue ver: o entregador parceiro e a maior ferramenta de trabalho dele, sua moto.

E pensando justamente no principal meio de entrega dos produtos oferecidos, é que o iFood focou em viabilizar o uso de modais não poluentes. Após testes realizados, a empresa se prepara para lançar de forma inédita uma moto elétrica exclusiva aos entregadores parceiros.

O objetivo é reduzir os custos dos entregadores no dia a dia, economizando até 70% do gasto com combustível e manutenção.

E tem mais: essa iniciativa reforça o compromisso ambiental de apresentar soluções de impacto positivo, juntamente aos investimentos já realizados em bikes elétricas. Até 2025, 50% das entregas serão realizadas de forma limpa e com redução de CO2 nos centros urbanos. Para você ter ideia, até o final de 2022, cerca de 10 mil motos elétricas estarão nas ruas, o que poderá evitar a emissão de até 30 mil toneladas de CO2 que seriam lançados na atmosfera em apenas um ano.

COMO FUNCIONAM AS MOTOS ELÉTRICAS?

As motos elétricas foram desenvolvidas em parceria com a montadora brasileira VOLTZ e podem ser carregadas em qualquer tomada convencional. Em apenas 6 horas ela está 100% carregada e pronta para sair às ruas. Os entregadores parceiros não precisam gastar energia em casa, pois postos de abastecimento e troca de bateria estarão espalhados  e serão disponibilizados.

Outras vantagens da moto elétrica é que são mais leves e não fazem barulho. Por serem movidas a eletricidade, não precisam de um tanque e nem de escapamento.

As vantagens “impulsionam o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 13 da ONU, que exige ações contra a mudança global do clima”, afirma André Borges, head de sustentabilidade do iFood. Tudo isso pensando sempre em soluções que compensem financeiramente aos entregadores parceiros e que entreguem transparência aos clientes.

Todos fazem parte e podem contribuir para essa cadeia a favor do meio ambiente e bem-estar social.

Ouça no Podcast