BandNews FM

Ômicron: Nova cepa do coronavírus já circula em quatro continentes

Variante é altamente mutável e ainda não se sabe se as vacinas existentes atualmente são eficazes contra ela

BandNewsFM 28/11/2021 • 17:03 - Atualizado em 01/12/2021 • 09:08
Países europeus e Israel endurecem medidas restritivas
Países europeus e Israel endurecem medidas restritivas
Foto: Reuters

Pelo menos dez países já confirmaram casos da variante Ômicron até agora.

Na Europa, a nova cepa foi identificada no Reino Unido, Bélgica, Dinamarca, Itália, Alemanha, República Tcheca e Países Baixos, nome oficial da Holanda.

Na África, são 77 casos na África do Sul, onde a variante foi identificada pela primeira vez.

Em Botsuana, no sul do continente, são quarto confirmações, todos de estrangeiros.

Na Ásia, um caso foi registrado em Hong Kong e outro em Israel.

Também há duas infecções confirmadas na Austrália, na Oceania.

Restrições

As autoridades dos Países Baixos iniciaram a investigar a presença da variante Ômicron em 13 dos 61 passageiros que chegaram da África do Sul.

O país isolou todos os passageiros de dois voos que partiram de Johanesburgo com pessoas que testaram positivo para a linhagem.

Novos testes serão realizados para se certificar que os demais passageiros não estão infectados pela nova variante.

Já em Israel, o governo anunciou o fechamento das fronteiras para turistas após a confirmação de um caso da nova cepa.

Um rigoroso controle de fronteiras vigorou no país por 20 meses, até que a chegada de turistas voltou a ser permitida há apenas 28 dias.

A proibição anunciada agora valerá para qualquer turista estrangeiro, independentemente do local de origem, e vale por duas semanas.

No Reino Unido também estão valendo restrições aos viajantes, mas só aqueles originários do Malawi, Moçambique, Zâmbia e Angola.

Desde às quatro da manhã deste domingo na Inglaterra, uma hora da manhã no horário de Brasília, aqueles vindos desses países são barrados.

Residentes que voltem ao Reino Unido, mesmo os vacinados, devem cumprir isolamento de 10 dias.

Os países africanos que se juntam na "lista vermelha" entre os não bem-vindos pelo governo de Boris Johnson são: África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

A Organização Mundial da Saúde classificou a Ôminicron como variante de preocupação.

A cepa é altamente mutável e ainda não se sabe se as vacinas existentes hoje são eficazes contra a variante.