BandNews FM

OMS irá utilizar letras gregas para nomear variantes do coronavírus

Com isso, nomes como “cepa brasileira” ou “cepa indiana” não deverão mais ser utilizados em meios científicos

BandNews FM 01/06/2021 • 11:33
“Nenhum país deve ser estigmatizado por detectar e relatar variantes”, afirma líder técnica da OMS
“Nenhum país deve ser estigmatizado por detectar e relatar variantes”, afirma líder técnica da OMS
Imagem: Radoslav Zilinsky/Getty Images/Arquivo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, nesta segunda-feira (31), que passará a adotar letras do alfabeto grego para nomear as variantes mais preocupantes do novo coronavírus. A mudança ocorreu após a recomendação de especialistas, que visam evitar estigmas entre países e facilitar discussões médicas.

Com isso, nomes como “cepa brasileira” ou “cepa indiana” não deverão mais ser utilizados em meios científicos. A epidemiologista e líder técnica da OMS para a Covid-19, Maria Van Kerkhove, usou suas redes sociais para repercutir a decisão do órgão: “Nenhum país deve ser estigmatizado por detectar e relatar variantes”, afirmou.

Confira a nova nomenclatura das quatro variantes que atualmente são consideradas mais perigosas e transmissíveis:

Acompanhe mais informações com o correspondente da BandNews FM na Europa, Felipe Kieling: 

  • Cepa
  • variante
  • Covid-19
  • Coronavírus