BandNews FM

SP: Onda de assaltos a mão armada aterroriza motoristas no Brás

Os criminosos quebram os vidros dos carros e levam bolsas e celulares

Central de Ouvintes Ricardo Boechat 07/10/2021 • 14:13 - Atualizado em 07/10/2021 • 15:18
Onda de assaltos a mão armada aterroriza motoristas no Brás.
Onda de assaltos a mão armada aterroriza motoristas no Brás.
Foto: Agência Brasil

Onda de assaltos a mão armada aterroriza motoristas no Brás.

Os criminosos quebram os vidros dos carros e levam bolsas e celulares.

Os casos de roubos e furtos cresceram 16% na região nos primeiros sete meses do ano.

Em segundos, eles arrebentam os vidros dos carros e pegam o que tiver ao alcance.

As abordagens têm sido feitas a qualquer hora do dia.

Na última terça-feira, por volta das 4 e 20 da tarde, a corretora Adriana Fachini foi uma das vítimas.

“Foi num relâmpago, o cara estava armado e até com faca dentro do meu carro. Muita gente viu, mas ninguém faz nada com medo”, conta.

O assalto ocorreu na rua Piratininga, perto do viaduto que leva para a Avenida Alcântara Machado.

Os dois ladrões fugiram para um dos acessos de uma comunidade.

Por sorte, a bolsa da empresária estava no porta-malas, mas os criminosos levaram o celular.

Há 3 meses, Adriana Fachini já havia retirado todos os aplicativos bancários, justamente, como medida de segurança.

Mas, ainda assim 20 minutos após o assalto, a dupla de ladrões já tinha revirado o equipamento para mudar toda as senhas de e-mails e redes sociais.

O celular está bloqueado e Adriana ainda tenta recuperar as senhas das redes sociais e do email, que contêm informações pessoais.

Ontem à tarde, a reportagem da BandNews FM já teve o conhecimento de um assalto semelhante no mesmo local.

O designer gráfico Fellipe Martins, que mora no Brás, e passa diariamente no local, conta como são as abordagens.

“Quando começa a parar o trânsito, várias pessoas começam a se aproximar dos carros. Eu evito ao máximo passar por ali. É perigoso a qualquer hora.”, disse.

Os casos de roubos e furtos cresceram 16% na região nos primeiros sete meses do ano.

Entre janeiro e agosto, os casos saltaram de 3.409 no ano passado para 3.945 neste ano.

O aumento da violência fez com o que os moradores buscassem alternativas para evitar, principalmente, a rua Piratininga.

Após o contato da BandNews FM, a Secretaria de Segurança Pública prometeu intensificar as  ações de policiamento preventivo e ostensivo na região.

De acordo com a pasta, a Polícia prendeu 753 criminosos, recuperou 162 veículos roubados ou furtados e apreenderam 18 armas de fogo, na área do 8º Distrito Policial.

  • São Paulo
  • Central de Ouvintes Ricardo Boechat