BandNews FM

PGR abre investigação sobre ataques de Bolsonaro às urnas

Augusto Aras respondeu petição da ministra do Supremo Tribunal Federal Cármen Lúcia; possíveis práticas criminosas serão analisadas

Rádio BandNews FM 17/08/2021 • 08:50
Augusto Aras, procurador-Geral da República, disse que vai analisar possíveis práticas criminosas
Augusto Aras, procurador-Geral da República, disse que vai analisar possíveis práticas criminosas
Foto: Agência Brasil

O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, encaminhou ao Supremo Tribunal Federal na noite desta segunda-feira (16) uma petição informando a abertura preliminar de uma apuração contra o presidente Jair Bolsonaro investigar se o chefe do Executivo cometeu crime ao criticar o sistema eletrônico de votação no Brasil e afirmar que haveria fraude no Tribunal Superior Eleitoral.

Em uma live feita em julho, Bolsonaro questionou as urnas eletrônicas e também disse que não tinha provas de fraude, mas indícios.

Um inquérito administrativo foi aberto pelo Tribunal Superior Eleitoral para investigar a atitude e o Supremo Tribunal Federal incluiu a conduta no inquérito de disseminação de fake news e ataques a ministros da Corte.

Aras respondeu a um pedido da ministra do STF Cármen Lúcia, que após ter solicitado por duas vezes, uma manifestação da PGR, determinou um prazo de 24 horas para que o Procurador se manifestasse.

O Procurador-Geral da República disse que vai analisar as possíveis práticas criminosas e apurar o que estava sendo noticiado.